Saiba o que fazer se vai de carro a Fátima

|AUTOCLUBE

Se optar pelo transporte próprio para viajar até ao santuário siga estas recomendações muito importantes para si.

Tendo em conta que este ano as celebrações religiosas em Fátima têm um caráter muito especial com a visita do Papa Francisco, as comemorações do centenário das aparições e a canonização de Jacinta e Francisco, a afluência ao santuário vai ser naturalmente muito superior à dos anos anteriores.

No caso do ACP, tanto os parques privativos que habitualmente são disponibilizados aos sócios para os dias 12 e 13 de maio como os autocarros que este ano o clube reservou como alternativa de transporte até Fátima há muito que estão esgotados. Mas se mesmo assim decidir ir até à Cova da Iria tenha em atenção algumas restrições que as autoridades vão levar a efeito de modo a facilitar tanto a deslocação como a permanência em Fátima durante os momentos áureos das cerimónias religiosas.

Se optar por viatura própria, recomenda-se que inicie a viagem para Fátima o mais cedo possível evitando utilizar a A1, pois prevêem-se fortes congestionamentos de trânsito. A8, A23, A13 e IC9 são as alternativas propostas pelas autoridades, havendo apenas a interdição de circular na área da Cova da Iria, delimitada pelas avenidas Beato Nuno e a Papa João XXIII, vias que ligam as duas grandes rotundas da cidade (norte e sul). Estas interdições vigoram entre as 9h de 12 de maio e as 18h de dia 13.

Durante esse período, todos os veículos automóveis sem credenciação devem ficar nos 20 estacionamentos em torno de Fátima, a distâncias até 20 quilómetros, com uma capacidade para 18 mil veículos. O transporte de ida e volta dos parques para o recinto do santuário vai incluir 75 transferes, gratuitos e permanentes.

Quanto aos autocarros, os passageiros serão deixados e recolhidos no Terminal Rodoviário de Fátima, a cerca de 100 metros da Basílica. Aliás, mesmo a menos de um mês das celebrações é esta a alternativa de transporte que as autoridades mais recomendam, assim como a opção do comboio que vai contar com transferes gratuitos entre as duas estações que servem Fátima: Chão de Maçãs e Caxarias.

Mas as restrições nas regras de circulação em Fátima nos dias 12 e 13 de maio também vão estender-se aos veículos de duas rodas, nomeadamente às bicicletas que para evitar o movimento excessivo no interior da Cova da Iria não poderão entrar nos pontos de controlo em peregrinação e em circulação. As únicas viaturas autorizadas a circular nos pontos de controlo serão os veículos de emergência e credenciados.

scroll up