Como fazer a manutenção da bicicleta elétrica

5 dicas para manter a sua e-Bike bem conservada

Comprar uma bicicleta significa sempre um investimento. Sobretudo quando se trata de uma elétrica, uma vez que são mais caras do que as convencionais. Para que este tipo de bicicletas tenham uma longa vida, é essencial uma correta manutenção. E não precisa de ser um especialista para o saber fazer.

Na verdade, a principal diferença entre a manutenção de uma bicicleta elétrica e de uma bicicleta convencional está nos cuidados a ter com a bateria de uma e-Bike. Fique com algumas dicas sobre a manutenção de uma bicicleta elétrica e quando deve pedir ajuda a um profissional.

Quando efetuar a manutenção da bicicleta elétrica

No momento da compra de uma e-Bike receberá a indicação da respetiva manutenção, de acordo com o número de quilómetros percorridos. Mas existem outros aspetos a ter em conta e que cada utilizador pode fazer por si. Uma revisão rápida de pneus, corrente e travões antes de cada saída é sempre aconselhada. Deve efetuar mensalmente uma inspeção mais profunda, aquando da limpeza da bicicleta. No entanto, caso a utilização da bicicleta seja mais intensa, é importante estar atento a qualquer barulho ou elemento estranho.

Estes são os pontos obrigatórios a ter em atenção para efetuar a correta manutenção da sua bicicleta elétrica:

Tenha atenção aos componentes móveis

Quanto mais utilidade der à bicicleta elétrica, maior o desgaste dos componentes móveis: pneus, correntes e travões. Verifique-os regularmente como parte da rotina de manutenção da bicicleta elétrica, pois permite detetar pequenos problemas e prevenir reparações com custo elevado.

  • Pneus

A maioria das bicicletas elétricas vendidas em Portugal tem o motor localizado na roda traseira ou dianteira, o que implica mudanças de pneus mais complicadas do que nas bicicletas tradicionais. Por isso, o seu estado deve ser verificado regularmente e mantida a pressão adequada. Desta forma, estará a prevenir furos e a garantir a eficiência da bicicleta elétrica, visto que os pneus vazios desperdiçam energia ao pedalar.

  • Corrente

Lubrifique-a regularmente com um produto adequado para assegurar um funcionamento suave e aumentar o tempo de vida da corrente. É também uma forma de engrenar corretamente as mudanças. Caso a sua bicicleta tenha transmissão de correia, não é necessário preocupar-se com este ponto.

  • Pastilhas dos travões

Nas bicicletas elétricas, as pastilhas dos travões têm um desgasto mais rápido do que nas bicicletas convencionais. Verifique a travagem regularmente, sobretudo se der mais uso à bicicleta. Caso estejam prestes a chegar ao fim, devem ser trocadas de imediato.

Limpe cuidadosamente a sua bicicleta elétrica

A limpeza faz parte da manutenção de uma bicicleta elétrica. Mas não se esqueça de remover a bateria, e só depois limpar. Utilize um balde de água ou uma mangueira de baixa pressão. Se utilizar uma mangueira com elevada pressão pode provocar a infiltração de água nos componentes eletrónicos mais sensíveis. Verifique ainda se estes componentes ficam devidamente secos. Enquanto faz a limpeza, tenha atenção a todos os pormenores da bicicleta.

Verifique as luzes

Ligue todas as luzes da bicicleta elétrica e verifique se alguma está em mau estado ou fundida, pois pode colocar em causa a sua segurança na estrada. Se for necessário, troque a lâmpada danificada, sobretudo se faz deslocações durante a noite ou em dias com pouca visibilidade.

Aperte os parafusos

Com uma utilização regular, é normal que parafusos e porcas comecem a ceder. Verificá-los com regularidade é importante, por questões de segurança. Caso estejam lassos, aperte-os.

Tenha especial cuidado com a bateria

A bateria, tal como o motor, é um dos elementos essenciais de uma e-Bike. Apesar de ambos não precisarem de manutenção, requerem alguns cuidados. Os motores das bicicletas elétricas mais modernas estão devidamente selados, por isso, não se justifica uma grande preocupação, exceto quando detetar algum barulho estranho. Nesses casos, deve entrar em contacto com um especialista. Já no que toca às baterias, apesar de também estarem devidamente seladas, existem cuidados que permitem aumentar a duração de vida:

  1. Caso tenha uma bicicleta elétrica com bateria removível, leve sempre a bateria consigo por questões de segurança e de manutenção.

  2. Não deixe a bateria exposta a temperaturas extremas, pois influencia o seu correto funcionamento: abaixo dos -10ºC é demasiado frio para a bateria de uma bicicleta elétrica, enquanto mais de 60ºC é considerada uma temperatura excessiva.

  3. Retire a bateria antes de colocar a bicicleta num porta-bicicletas e transporte-a dentro do carro. Facilita o encaixe da bicicleta (sem a bateria, a e-Bike torna-se mais leve) e permite resguardar a bateria da chuva ou de outros detritos da estrada.
  4. Por questões de segurança, não carregue a bateria enquanto estiver molhada.

  5. Utilize a bicicleta elétrica regularmente. O processo de descarregar e carregar a bateria mantém-na em boas condições, permitindo que dure mais anos. Se efetuar uma menor utilização durante o inverno tente, pelo menos, dar a volta ao quarteirão da sua casa.

  6. Sempre que a bateria descarregar, carregue-a imediatamente. Uma descarga profunda pode causar sérios danos à bateria, inutilizando-a.

 

scroll up