O que fazer se perder as chaves do carro?

Esteja preparado para todas as imprevisibilidades

Imagine que se dirige ao carro e apercebe-se de que não tem a chave consigo. A chave suplente continua a ser a regra de ouro, mas nem sempre a temos por perto. Com a ajuda do ACP, explicamos-lhe como agir da melhor forma em alguns cenários inconvenientes, mas bastante comuns. 

  1. Tenha sempre uma segunda chave disponível — e, talvez, uma terceira também 

A solução mais fácil, rápida e económica para resolver o mistério das chaves desaparecidas é ter uma cópia guardada num local seguro. Utilize-a quando não tem tempo para procurar a original e não se esqueça de a guardar de novo como chave de reserva. O objetivo é utilizar a cópia apenas em situações excecionais e não como chave principal.

O custo da sincronização e reprogramação de chaves pode variar consoante os modelos feitos em estabelecimentos especializados; o preço, por sua vez, pode chegar às centenas caso consulte um serviço oficial. Aos seus sócios, o ACP oferece um desconto de 10% na Chaves do Areeiro, que dispõe de serviços de abertura e duplicação de comandos e de chaves codificadas para automóveis.

Se for de férias, é aconselhável levar as duas chaves consigo, deixando a cópia num local fechado e de fácil reconhecimento; se a deixar onde está hospedado, as probabilidades de a perder, ou se esquecer dela, são elevadas.

Há quem aposte ainda uma terceira chave de segurança. Esta última, normalmente, é atribuída a uma pessoa de confiança — um familiar ou um vizinho — para uma segurança extra. Ao deixar esta terceira chave com alguém que vive perto de si, consegue obter uma solução mais rápida e simples.

  1. Se no momento não tiver uma cópia, tem o ACP por perto

O problema agrava-se quando se apercebe de que perdeu as suas chaves sem ter uma cópia por perto. Nesse caso, há sempre uma solução, que passa por entrar em contacto com o ACP. O serviço Assistência em Viagem permite-lhe seguir viagem de imediato, sem quaisquer transtornos. Basta ligar 808 222 222 e o veículo é rebocado para uma oficina à sua escolha, com transporte de regresso a casa.

O ACP também está ao seu lado noutros cenários menos favoráveis, por exemplo, caso tranque o seu carro com a chave lá dentro – uma situação mais frequente do que se imagina. O nosso procedimento é o seguinte: a oficina móvel tem a possibilidade de abrir a sua viatura, sempre que possível, em segurança, para que não fique parado. Fique a par de outros problemas resolvidos de forma eficiente pelas oficinas móveis ACP.

  1. Há forma de abrir o meu carro, mesmo sem chave?

Para os modelos mais modernos, a chave que tem hoje no bolso pode estar equipada com um sistema inteligente que tranca e destranca o seu carro, sem que exista qualquer contacto físico — o sistema keyless (sem chave). Contudo, e apesar de facilitar o contacto à distância, este sistema depende de baterias que podem avariar ou ficar sem carga. Se lhe acontecer, saiba que o próprio modelo inclui uma chave metálica cujas funções são idênticas às dos modelos mais tradicionais. Utilize-a na fechadura do seu veículo para o abrir ou fechar. 


Em certas situações, o não funcionamento pode ser justificado por um fraco contacto entre o dispositivo keyless e o sistema elétrico do carro, fazendo com que as fechaduras das portas não obedeçam devidamente. Experimente o comando a distâncias diferentes. Se não funcionar, entre em contacto com o seu mecânico, pois o problema pode implicar questões mais técnicas. 

Uma solução para prever o imprevisível

A Assistência em Viagem ACP não é apenas um sistema de reboque, pois diferencia-se pelas vantagens que oferece a todos os sócios do clube. Centrado na mobilidade, segurança e conforto, o ACP repara no local em todo o país (24 horas disponível) ou transporta o seu carro para uma oficina à sua escolha. Este serviço presta ainda assistência a elétricos e bicicletas, bem como apoio a sócios surdos-mudos. 

Saiba mais

scroll up