Aprenda a manter o corpo e mente saudáveis

Conheça os benefícios da técnica BACE

À medida que a pandemia do novo Coronavírus se foi instalando no quotidiano, o stress entrou também na vida de uma boa parte da população, o que pode conduzir a ansiedade e mesmo a depressão. Com maior ou menor impacto, é possível identificar determinados grupos mais expostos ao medo, ansiedade e angústia. Exemplo disso são os cidadãos mais velhos, os profissionais de saúde ou os cuidadores. Mas também quem viu afetado o seu rendimento ou a capacidade de cumprir compromissos, de pagar as contas da casa e as compras de supermercado.

De modo a obter ajuda psicológica e apoio na ultrapassagem destas dificuldades, certas técnicas de terapia revelam-se importantes. Em particular uma técnica, baseada na abordagem da terapia cognitivo-comportamental denominada BACE.

Estratégia de prevenção da ansiedade

BACE é o acrónimo de body (corpo), achievement (conquistas), connecting (relacionamento) e enjoyment (diversão). O objetivo passa pela divisão das tarefas diárias nestas categorias. Trata-se de um esquema que ajuda a sentirmo-nos melhor e de modo autónomo. Vejamos em particular cada uma destas categorias e como as aplicar no dia-a-dia.

O corpo como um templo

Numa situação de stress é normal esquecermo-nos de nós e da nossa saúde. Na categoria “body” inscreve-se a higiene do sono, a alimentação equilibrada, o exercício, hábitos de higiene e mesmo os rituais de beleza. Ao adotar o BACE nesta categoria pode estabelecer uma hora para desligar o telefone e relaxar, assim como determinar uma hora para dormir e acordar (mantendo presente que um adulto necessita de 7 a 9 horas de sono por noite).

Por outro lado, é importante ter tempo para cozinhar e fazer as compras, tirando prazer das refeições de um modo saudável. Manter uma atividade física regular e higiene pessoal que favoreçam a autoestima contribui também para uma sensação de bem-estar pessoal.

Vença os desafios

Nesta categoria, de “achievement”, inscrevem-se as conquistas pessoais. São elas o trabalho, a leitura tantas vezes relegada para segundo plano, o conseguir cozinhar uma receita especial e o tempo para cuidar do lar ou para ter uma horta em casa. A ideia é obter uma boa sensação através do dever cumprido. Faça uma lista das coisas que pretende cumprir e que lhe dêem satisfação ver cumpridas.

Por falar em listas, aproveite também para enumerar tarefas que está sempre a adiar. Podem ser tarefas pequenas, mas que, a médio e longo prazo, aliviam o que tem por fazer. Dê a si próprio o prazer de ter os seus assuntos resolvidos.

Estabeleça relação com os outros

A forma de relação com quem nos é próximo, sobretudo nestes tempos de distanciamento social, tem sido profundamente alterada. Não só com quem está mais longe (familiares, amigos ou colegas de trabalho), mas também com o “núcleo duro” familiar. Se com uns as saudades só encontram consolo numa chamada telefónica ou por videoconferência, com quem se vive há uma relação que deve ser cultivada e preservada, gerindo de modo saudável o tempo passado em conjunto, de modo a que haja harmonia e empatia no seio familiar.

E é nessa vertente que se enquadra a categoria de “connecting”, ou seja, o modo como se gerem os relacionamentos. Combater a solidão é essencial para gerir o isolamento. Ter uma hora programada para ligar à família distante ou para lhe dedicar tempo pode revelar-se fundamental no quotidiano em isolamento, fazendo com que se tenha sempre algo por que esperar. É uma tarefa que envolve disciplina para programar a hora do dia para ligar, ou para ler uma história aos filhos. E requer também iniciativa.

Não deixe de falar e passar tempo de qualidade com quem gosta porque isso exige de si o primeiro passo. Uma vez dado esse passo, está feita a ligação!

Dê-se ao luxo de fazer o que gosta

Será que está a fazer aquilo que gosta? Se calhar não tem tempo para fazer o que lhe dá prazer - um filme, uma série, ouvir música, fazer puzzles ou desempoeirar as suas ferramentas de bricolage. É altura de dar prioridade às coisas que lhe dão gosto fazer ou de experimentar coisas novas. Aqui, mais uma vez, é necessária disciplina.

Estabeleça um dia da semana e horários para o seu entretenimento. Nesta categoria do BACE, o “enjoyment”, o essencial é conceder-se uma espécie de recompensa pela sua assertividade em criar um ambiente saudável à sua volta. Todas as categorias são complementares, o que quer dizer que, se seguir este esquema pode estar a sobrepor sentimentos onde antes só existiam obrigações.


Descarregue este exercício BACE e inscreva nos espaços vazios os dias e horas adequados para cada uma das categorias. Experimente, partilhe com quem gosta e confirme os resultados no tempo.


O mais importante: corpo e mente saudáveis

Se tem dúvidas, necessita de mais esclarecimentos ou se está na altura de marcar uma consulta ou exame de rotina, utilize as vantagens do seu Plano ACP Saúde, gratuito para sócios, e marque ainda hoje uma consulta com o seu médico.

SAIBA MAIS

 

O conteúdo deste artigo tem caráter informativo e não dispensa a consulta do seu médico.
Fontes:
DGS - Direção Geral da Saúde
SNS - Serviço Nacional de Saúde
ABC
Getselfhelp
scroll up