Ogier vence Rally de Monza e é campeão WRC pela 7ª vez

|AUTOCLUBE

O piloto da Toyota terminou a última prova do WRC à frente de Tanak e Sordo, que deram à Hyundai o título de construtores.

S

A frieza e calculismo de Sébastien Ogier esteve ligada ao gelo e à neve que marcou o Rally de Monza. O piloto francês da Toyota venceu e conquistou o 7º título WRC da carreira. Depois de terem sido campeões por 4 vezes com a Volkswagen (2013 a 2016), e 2 vezes com a M-Sport Ford (2017 e 2018), Ogier e Ingrasssia festejam agora mais um título mundial com a Toyota, sucedendo a Ott Tanak, que este ano terminou o mundial de ralis em 3º lugar.

Nas complicadas especiais de Monza, Ogier esperou o momento certo para levar de vencida os Hyundai de Sordo e Tanak, aproveitando os azares de Neuville e Evans que também eram candidatos ao título. Sébastien Ogier confirmou hoje mais uma temporada no WRC, procurando mais um título, enquanto a Hyundai fez a festa pela conquista do título de construtores. Ogier nem precisou de pontuar na Power Stage para ser campeão, deixando o jovem japonês Katsuta, também em Toyota, ser o mais rápido no derradeiro troço de Monza. Ogier subiu ao 1º nugar do pódio com 13,9 segundos de vantagem para Tanak e 15,3 segundos para Sordo. Lappi levou o Ford Fiesta ao 4º lugar a 45,7 segundos de Ogier, enquanto Rovanpera terminou na 5ª posição a 1m11,1 do vencedor.

Na categoria RC2 o triunfo sorriu a Andreas Mikkelsen em Skoda Fabia R5, o 6º da classificação geral, enquanto Mads Ostberg em Citroen C3 R5 foi campeão do mundo de WRC 2 e Huttunen, em Hyundai i20 R5, o campeão do mundo de WRC 3. No final do possível Campeonato do Mundo de Ralis 2020, Sébastien Ogier é o novo campeão com 122 pontos, seguido por Elfyn Evans com 114 e por Ott Tanak com 105. Thierry Neuville foi o 4º com 87 pontos e Kalle Rovanpera o 5º com 80 pontos. No campeonato de construtores a Hyundai triunfou com 241 pontos, com a Toyota a ficar na 2ª posiçãao com 236 pontos, seguida pela M-Sport Ford com 129 pontos.

scroll up