Queda deixa Miguel Oliveira fora dos pontos

|AUTOCLUBE

Fim-de-semana complicado para o piloto português, que sofreu duas quedas e ficou a zeros no GP de Portugal.

MO-rac

Miguel Oliveira não teve um fim-de-semana fácil no Grande Prémio caseiro. Após a queda sofrida ontem na qualificação que, ainda assim, não o impediu de assinar o 10º posto da grelha, o jovem piloto ACP voltou a não ter a sorte do seu lado na corrida deste domingo.

Ainda a recuperar as mazelas provocadas pela queda da tarde de sábado, e sem estar 100%, como o próprio confessou devido às feridas nas mãos, braços e numa perna, o jovem piloto do ACP acabou por fazer uma partida modesta para as 25 voltas ao traçado do Autódromo Internacional do Algarve.

Décimo na grelha, Oliveira cruzou a linha de meta após a primeira volta em 12º, posição que manteve por mais três passagens antes de perder terreno e descer ao 15º lugar. Contudo, o pior estava ainda para vir, com o piloto oficial da KTM a sofrer nova queda, desta feita à sexta volta, na Curva 14.

Sem baixar os braços, o português não tardou a levantar a moto para voltar à pista. Contudo, com o tempo perdido com o incidente e ainda a ressentir-se do contratempo da véspera, Miguel Oliveira não conseguiu voltar a recuperar posições e teve de se contar com o 16º posto final.

Já a vitória foi para o gaulês Fabio Quartararo, que, apesar de uma má partida desde a pole, logrou recuperar da sexta posição em que concluiu a primeira volta para vencer com mais de quatro segundos de margem sobre Francesco Bagnaia e Joan Mir.

scroll up