Miguel Oliveira às portas dos pontos em Aragão

|AUTOCLUBE

Português da Red Bull KTM Tech 3 teve jornada difícil em Aragão e acabou por terminar a corrida em 16º.

Oli-Aragon

Depois de uma qualificação complicada, a mais difícil dos últimos tempos e da qual resultou o 18º posto da grelha, Miguel Oliveira não teve corrida fácil este domingo. O português tratou de atacar mal as luzes se apagaram no circuito de Aragão e ganhou desde logo duas posições, mas a progressão revelou-se muito complicada.

De tal forma que o piloto ACP, após uma breve passagem pela 17ª posição na segunda volta por troca com Iker Lecuona, só à 15ª volta conseguiu entrar nos pontos ao bater o então líder do Mundial Fabio Quartararo, que também não teve jornada fácil nesta visita a Espanha.

Miguel deu tudo para se manter nos 15 primeiros, mas volvidas três voltas viu Lecuona voltar a impor-se e, com isso, voltou a cair para 16º, posição em que acabou por terminar isolado.

Um resultado que, felizmente, acabou por não afetar a posição de Miguel Oliveira no Campeonato do Mundo, que continua em 10º, com 69 pontos, mais dois que Brad Binder e Alex Márquez, que foi segundo na corrida, atrás de Alex Rins. Pior foi o desfecho para Quartararo que cedeu a liderança a Joan Mir, que totaliza agora 121 pontos, mais seis que o gaulês, depois de ter terminado a prova em terceiro.

scroll up