Divórcio entre Vettel e Ferrari no final do ano

|AUTOCLUBE

A ligação entre o alemão e a formação italiana termina ao cabo de seis temporadas.

vettel-singapura

Com os resultados aquém dos objetivos traçados, há algum tempo que se falava da separação entre Sebastian Vettel e a Ferrari, ainda para mais com a renovação de contrato em cima da mesa este ano.

E a verdade é que a separação acabou mesmo por se confirmar. “Esta é uma decisão tomada em conjunto por nós e pelo Sebastian, que ambas as partes consideram ser a melhor. Não havia razão específica que levasse a este desfecho, além da crença comum e amigável de que havia chegado o momento de seguirmos caminhos separados, a fim de alcançar nossos respetivos objetivos,” lê-se no comunicado divulgado pela equipa.

Já Vettel foi mais direto: “O meu relacionamento com a Scuderia Ferrari terminará no final de 2020. Para obter os melhores resultados possíveis neste desporto, é vital que todas as partes trabalhem em perfeita harmonia. A equipa e eu percebemos que não há mais um comum desejo de permanecer juntos até o final desta temporada.”

O germânico vai mesmo um pouco mais longe e deixa no ar alguma incerteza quanto ao futuro. “O que tem acontecido nos últimos meses levou muitos de nós a refletir sobre quais são nossas verdadeiras prioridades na vida. É preciso usar a imaginação e adotar uma nova abordagem para uma situação que mudou. Eu próprio reservarei o tempo necessário para refletir sobre o que realmente importa quando se trata do meu futuro.”

Por saber resta ainda quem vai para o lugar do tetra-Campeão do Mundo na Ferrari, com os nomes mais referidos a serem Carlos Sainz e Daniel Ricciardo.

scroll up