Raro trio de modelos Aston Martin está à venda

|AUTOCLUBE

Este pack pertence à série DB5 Vantage e procura novo dono a troco de 4,6 milhões de euros.

Aston-Martin-DB5-900

Quem adquirir este lote de Aston Martin vai ter o privilégio de poder conduzir cada versão de acordo com o seu estado de espírito. E sem sair da mesma marca. Os três modelos que agora estão à venda em simultâneo pertencem à série DB5 Vantage, que ofereceu o maior desempenho e acima de tudo uma raridade extra em comparação com o DB5 básico com apenas 66 unidades das 1.021 que foram construídas.

Dessas 66 unidades, 60 eram coupê, cinco descapotáves e um na versão shooting break (que se vê nas imagens), o modelo mais raro desta coleção mandado construir por David Brown, presidente da Aston Martin na época, para poder transportar o seu equipamento de pólo e o seu cão de caça.

Todos partilham o mesmo motor de seis cilindros em linha de 4,0 litros, que ganhou 40 cv extras nesta série Vantage para atingir cerca de 326 cv e chegar dos 0 aos 100 km/h em apenas 6,5 segundos. Números interessantes para um desportivo dos anos 60.

Com estes ingredientes e uma bonita paleta de cores - o shooting brake em California Sage com interior vermelho, o descapotável em Caribbean Pearl Blue e interior dourado e o coupê na mesma cor Silver Birch do filme “Goldfinger” de 007 e o interior em preto, este trio está à venda por cerca de 4,6 milhões de euros através da Nicholas Mee & Co.

Afirmam os especialistas que o preço até é considerado bastante razoável se levarmos em conta os valores que os Aston Martin DB5 atingem actualmente, sem falar da raridade destes carros. Em 2019, por exemplo, um DB5 que entrou num dos filmes do agente secreto foi vendido por 6,4 milhões de euros. A própria Aston Martin lançou recentemente uma reedição de um DB5 do filme “Goldfinger” que custa 3,2 milhões de euros.

scroll up