Este é o 911 mais potente desta geração

|AUTOCLUBE

O cancelamento do Salão de Genebra, onde ia ser ser apresentado, não retirou qualquer brilho a uma das maiores jóias da gama da Porsche.   

@video=ZLj5rm5f12k

650 cv, 800 Nm de binário, 2,7 segundos para ir dos 0 aos 100km/h, a que se juntam mais  apenas mais 6,2 segundos para chegar aos 200km/h, são os principais pontos do cartão de visita do novo Porsche 911 Turbo S. Acrescente-se, já agora, que a velocidade máxima é de 330 km/h. E nem o cancelamento do Salão de Genebra impediu a Porsche de brilhar com a variante mais potente da nova geração (992) do 911.

Tudo no novo 911 Turbo S passa pelo motor seis cilindros boxer 3.8 litros com dois turbocompressores maiores, simétricos e de geometria variável. Além dos 650 cv (mais 70 cv que o antecessor). Chegar aos 100 km/h melhorou 0,2 s em relação a geração passada (991) e é 0,1 s mais rápido que o GT2 RS.

Para colocar tanta ousadia no asfalto, a Porsche dotou este 911 de rodas traseiras com 21 polegadas (com pneus 315/30) e de 20 polegadas à frente (255/35) recorrendo à caixa automática PDK, de duas embraiagens e oito velocidades. A Porsche precisou também de mexer no sistema de arrefecimento do 911 Turbo S, alargando a admissão de ar.

Outra mudança é no corpo do Turbo S, que está 4,5 cm mais largo à frente e 2 cm mais largo atrás. A marca quis o chassis com um ajuste ainda mais desportivo e mexeu ainda na suspensão adaptativa (Porsche Active Suspension Management) que deixa o carro 10 mm mais perto do chão.

Em Portugal esta jóia pode ser adquirida por um pouco menos que 265 mil euros, na versão coupé, e quase 280 mil euros no caso da versão cabrio. 

scroll up