Volvo 850 a caminho de celebrar 30 anos

|AUTOCLUBE

“O automóvel mais seguro do mundo”, revolucionou a linha de modelos que existia até então.

Volvo-850-01

A estreia mundial do Volvo 850 GLT aconteceu a 11 de junho de 1991 na Stockholm Globe Arena. Nesse dia, foi revelado um modelo que era o resultado direto de um dos maiores investimentos industriais suecos alguma vez feitos e que se diferenciava significativamente de outros projetos da Volvo. Com tração dianteira e um motor transversal de 5 cilindros, o Volvo 850 oferecia um novo nível de prazer de condução.

Apesar de ter herdado algum design da série 700, o 850 foi um modelo completamente novo cujos trabalhos de desenvolvimento iniciaram-se em 1978, ano no qual foi decidido que era altura de “pensar de forma livre e apontar para as estrelas”. Essa foi a razão pela qual o projeto foi batizado Galaxy.

O Projeto Galaxy resultou em duas divisões – a série sueca e a série holandesa que partilhavam a mesma tecnologia de base. A empresa holandesa Volvo Car B.V iniciou o desenvolvimento que depois daria origem à Série 400 enquanto a Volvo Cars, na Suécia, desenvolveria a Série 850.

O primeiro modelo a ser apresentado foi o 850 GLT, com um motor de combustão normal, 20 válvulas e 170 cv. Durante a fase de desenvolvimento, a Volvo trabalhou arduamente na produção de um modelo que oferecesse enorme prazer de condução e que fosse, ao mesmo tempo, capaz de obter a correta admissão de combustível e insonorização de gases de escape.

Em Fevereiro de 1993 foi apresentada uma versão importante do 850 – a carrinha. Modelo que apresentava algumas caraterísticas típicas da Volvo como uma traseira com ângulo reto para maximizar a capacidade de carga e um novo design nos seus faróis traseiros, completamente verticais e a cobrir completamente o poste D.

Posteriormente, a Série 850 passaria a oferecer várias opções de motor. Em 1994, foi apresentado no Salão de Genebra, o T-5R numa edição limitada a 2.500 unidades de cor amarela e com um motor turbo de 240 cv e 330 Nm. O nível de equipamento do carro incluía spoilers especiais, tubo de escape com formato quadrado e jantes de 17” com o nome Titan. Estes carros esgotaram em poucas semanas, sendo posteriormente produzida uma nova série de carros de cor preta seguida de uma nova série T-5R verde escura também de 2.500 unidades.

O ano de 1994 viu a Volvo regressar, e de que maneira, às pistas com duas carrinhas 850 na grelha de partida do Circuito de Thruxton em Inglaterra. Competir com carrinhas no prestigiado British Touring Car Championship (BTCC), atraiu enorme atenção tendo a Volvo investido bastante com a equipa Tom Walkinshaw Racing, na qual competia o piloto sueco Rickard Rydell e o holandês Jan Lammers. Em 1995, com a atualização das regras, tornou-se incomportável competir com carrinhas e a Volvo viu-se obrigada a trocar de modelo. Nessa época, Rickard Rydell terminaria o BTCC na 3ª posição.

O 850 AWD – o primeiro modelo Volvo com tração às 4 rodas foi lançado em 1996 e era capaz de fornecer, simultaneamente e a qualquer momento, tração às 4 rodas motrizes. Se uma das rodas traseiras começasse a girar, o sistema eletrónico TRACS, distribuiria automaticamente a energia à roda dianteira que apresentasse a melhor aderência. Este novo modelo, vinha equipado com um novo motor, com turbo boost, capaz de debitar 193 cv, e seria o predecessor dos modelos XC da Volvo com tração às 4 rodas.

O final da produção do 850 deu-se em 1996, tendo o ciclo de vida deste modelo atingido um total de 1.360.522 automóveis produzidos. No ano seguinte, os modelos foram submetidos a enormes alterações dando origem ao S70 (versão saloon) e V70 (versão carrinha).

scroll up