Primeira carta de condução do mundo tem 133 anos

|AUTOCLUBE

O documento surgiu na Alemanha para autorizar Karl Benz a circular com o seu carro nas ruas de Manheim.

karl-benz-840

Muito longe dos requisitos atuais que permitem habilitar os aspirantes a condutores, a primeira licença para conduzir nasceu para acalmar os habitantes do Grão-Ducado de Baden, que na altura se incomodavam com o barulho e a fumaça expelidos pelo carro com que Karl e Bertha Benz passeavam pelas ruas de Manheim.

Depois daquele engenheiro mecânico alemão ter patenteado em 1886 o seu primeiro carro de três rodas (o Benz Patente Motorwagen) equipado com motor monocilíndrico de 1.6 litros, havia que revelar este “estranho invento” junto do público que de início se mostrou desconfiado em relação à fiabilidade desta nova máquina, como até se irritava com a sua circulação pela cidade.

Para acalmar os ânimos, Karl Benz decidiu em 1887 pedir ao Grão-Duque de Baden autorização legal para conduzir o seu automóvel, convencendo-o de que este seria o início de uma nova indústria na Alemanha. Foi então que Frederick I assinou o seu nome num manuscrito que é considerada a primeira carta de condução do mundo, emitida em nome de Benz, autorizando-o a circular com o carro que atingia uma velocidade da ordem dos 15 km/h.

scroll up