Vodafone Rally de Portugal já está na estrada

|AUTOCLUBE

O francês é o atual líder do Campeonato do Mundo de Ralis e, por inerência, tem a tarefa de abrir a estrada nas classificativas da primeira etapa.

11-ogier

Abrir a estrada nas primeiras especiais das provas de terra é penalizador e é o handicap que os líderes do WRC têm de «pagar» por liderarem, pelo que Sébastien Ogier vai liderar os rivais nas primeiras sete classificativas da etapa inaugural do 54.º Vodafone Rally de Portugal, nesta sexta-feira. A única exepção é, precisamente, a super-especial que fecha a competição no primeiro dia. Aí, o campeão do mundo será o último a arrancar para o circuito de Lousada, a par de Thierry Neuville, segundo classificado no campeonato.

Segue-se-lhe o segundo classificado no Mundial, a oito pontos, Thierry Neuville, ao qual o Toyota de Ogier vai limpar a terra solta e as pedras nas primeiras passagens pelos troços, dando-lhe alguma vantagem. Mesmo assim, não deverá ser tanta como em anteriores edições, devido à chuva que caiu na semana passada e às temperaturas menos elevadas, que compactaram os pisos. É também por isso que o francês deseja nuvens e chuva para que as suas possibilidades sejam melhores.

A competição desta sexta-feira começa às 08h08 e inclui dupla passagem pelas especiais de Lousã (12,35 km), Góis (19,51 km) e Arganil (18,82 km), a nova classificativa de Mortágua (18,16 km) e a visita já ao fim da tarde (19h03) aos 3,36 km do circuito de ralicross de Lousada – que terá transmissão televisiva na RTP. A primeira e a segunda especiais são ligeiramente mais curtas do que as da última edição.

scroll up