Vêm aí as Qualificações Sprint na Fórmula 1

|AUTOCLUBE

Categoria rainha do automobilismo vai ter Grandes Prémios com o novo formato de qualificação desenhado para aumentar a ação em pista.

pneus-f1

A Comissão de Fórmula 1 da FIA aprovou por unanimidade a adoção da Qualificação Sprint em três Grandes Prémios do Campeonato do Mundo de Fórmula 1 de 2021, dois deles na Europa e um fora do Velho Continente.

Este novo formato de qualificação tem por objetivo aumentar a ação em pista e despertar o interesse dos fãs de forma inovadora. Além disso, a nova receita para as qualificações vai também premiar pilotos e equipas em função dos resultados, oferecendo também a oportunidade de todos lutarem ao longo de pelotão no sábado e desta forma aumentarem as suas possibilidades na corrida de domingo.

O novo formato de qualificação, cujos Grandes Prémios em que terá lugar ainda não foram divulgados, vai contar com uma sessão de qualificação na sexta-feira, após os Treinos Livres de uma hora, e que determinará a grelha para a corrida de Qualificação Sprint de sábado, também precedida de 60 minutos de Livres . Os resultados desta corrida de 100 km, e com um total de dois conjuntos de pneus por equipa, determinam a grelha para a corrida de domingo, sendo que os três primeiros classificados deste embate relâmpago recebem pontos: 3 para o primeiro, 2 para o segundo e 1 para o terceiro. No domingo, e como sempre, tem lugar a verdadeira corrida.

As regras do Parque Fechado entram em funcionamento no momento do arranque da Qualificação de sexta-feira, sendo que não é permitido a troca dos componentes mais importantes com três objetivos: impedir a construção de carros de propósito para a Qualificação; limitar o número de horas necessárias para preparar o carro para o dia seguinte; permitir a reconfiguração dos carros para tornar útil a sessão de Livres de sábado.

Uma vez terminada a Qualificação Sprint, os carros voltam a ser colocados em Parque Fechado, com as alterações permitidas a serem apenas ajustes à distribuição de peso, bem como ajustes à unidade de potência e ao arrefecimento da caixa de velocidades através da alteração às condutas de ar de forma a ir ao encontro das condições ambientais fornecidas pelo serviço climatérico eleito pela FIA.

scroll up