Félix da Costa segundo na Fórmula E no Chile

|AUTOCLUBE

Problemas com temperatura da bateria impediram português de conquistar a vitória, ainda assim estreou-se no pódio com a DS Techeetah.

felix-chile

António Félix da Costa levou a cabo brilhante corrida em Santiago do Chile para se estrear no pódio com a DS Techeetah. Depois de não ter ido além do 10º posto na qualificação, o português foi para a corrida determinado e, aos poucos, foi ganhando posições.

Enquanto isso, o líder do Campeonato Alexandre Sims ficou parado em pista a 37 minutos do final e obrigou à entrada do safety car em pista. Uma vez o Envision Virgin Racing retirado.

Pouco depois, Mitch Evans, vindo da pole position, perdia a liderança que detinha desde a largada, isto enquanto Félix da Costa lutava já entre os cinco primeiros e dava mostras de que só pararia quando na primeira posição.

Contudo, antes disso, o português teve ainda de se desenvencilhar do colega de equipa e Campeão em título, Jean-Éric Vergne que, apesar de ter ficado com a asa frontal esquerda a roçar no pneu e deixar uma nuvem branca no seu rasto, não cedeu.

Mas Félix da Costa soube aguardar uns momentos pelo momento certo para ascender ao terceiro posto, passando depois Evans para ascender a segundo. Não satisfeito, o número 13 foi atrás de Max Guenther, que por esta altura ainda liderava depois de ter largado de segundo, e acabou por subir à liderança da prova.

Contudo, já ao cair do pano, problemas com a temperatura da bateria fizeram o português perder um pouco de ritmo, o que permitiu Guenther recuperar o primeiro posto. Félix da Costa ficou-se assim por um muito positivo segundo lugar, que dedicou ao malogrado Paulo Gonçalves, enquanto o mais baixo do pódio ficou com Pascal Wehrlein.

scroll up