Dores nos pulsos impedem Miguel Oliveira de correr na Malásia

|AUTOCLUBE

O piloto ACP teve ordem médica para correr, mas constatou que não está em perfeitas condições, e preferiu não arriscar.

Miguel-Oliveira-840

O piloto português bem queria correr o GP da Malásia, e esta manhã rolou aos comandos da sua KTM RC16, na tentativa de marcar mais pontos para o campeonato do mundo de MotoGP. Após quatro voltas de teste, Miguel Oliveira acabou por admitir que não está em condições físicas para competir.

“Hoje saí para a pista para avaliar a minha condição física. Sabia que não estaria a 100%, mas pelo menos que estivesse em condições de pilotar a moto, mas obviamente isso foi impossível devido às dores em ambos os pulsos. Não é nada de grave, mas necessita de mais descanso e é isso que vou fazer agora. Queremos ser competitivos e não estar aqui apenas para dar voltas na pista. Quero agradecer a toda a equipa e à KTM porque foram todos muito compreensivos quanto à situação e apoiaram-me desde o primeiro momento. É mais fácil tomar decisões como esta quando tens toda a gente do teu lado. Penso que a equipa me merece a 100% e não a 80, e é isso que vou tratar agora”.

Miguel Oliveira irá regressar à Europa, para recuperar totalmente das lesões que desde o final do passado mês de agosto o impedem de conseguir estar na melhor condição física.

scroll up