A vingança de Vandoorne na vitória da Mercedes em Roma

|AUTOCLUBE

António Félix da Costa foi 7º classificado e somou mais seis pontos para o Campeonato do Mundo de Fórmula E.

Stoffel-Vandoorne-Mercedes-900

Depois da pole e do azar na corrida de ontem, o piloto belga Stoffel Vandoorne venceu na segunda corrida disputada em Roma. O piloto da Mercedes EQ voltou a estar em grande plano, assinando uma corrida fantástica, a segunda da sua carreira. Vandoorne bateu Alexander Sims da Mahindra que terminou no 2º lugar, à frente do Porsche de Pascal Wehrlein que subiu ao 3º lugar depois da penalização sofrida por Norman Nato, devido a excesso de utilização de energia. Depois do pódio que contou com um vencedor diferente nas quatro corridas até agora disputadas, Mortara num Venturi foi o 4º classificado, à frente do BMW Andretti de Maximilian Gunther e do Jaguar de Mitch Evans, o 6º na segunda corrida de Roma. António Félix da Costa teve desta vez uma prova positiva, acabando no 7º lugar aos comandos no DS Techeetah, depois de ter partido da 15ª posição. Félix da Costa chegou a assinar uma das voltas mais rápidas no circuito citadino de Roma, conquistando 6 pontos para o Campeonato do Mundo de Fórmula E. Atrás do piloto português ficaram Sébastian Buemi (Nissan) e Tom Blomqvist (Dragon).

Vandoorne acabou por saborear uma doce vingança em Roma, numa corrida que voltou a contar com a presença do Safety Car no arranque e também perto do fim, antes da última volta. Depois da 4ª prova da temporada, a Jaguar coloca os seus dois carros na frente, com Sam Bird a liderar com 43 pontos, seguido do seu colega de equipa Mitch Evans com 39 pontos. Robin Frijns ocupa a 3ª posição do campeonato com 34 pontos, à frente dos Mercedes de Vandoorne e Nyck de Vries e também do Porsche de Pascal Wehrlein, todos com 32 pontos. O campeão do mundo António Félix da Costa é agora o 10º classificado com 21 pontos, depois dos seis conquistados em Itália.

scroll up