No tempo em que os carros piscavam os olhos

|AUTOCLUBE

Os primeiros faróis escamoteáveis surgiram nos anos 30, atingindo o auge nas décadas de 60 e 70 para alguns anos depois serem banidos.

Porsche-840

Alfa Romeo, Lamborghini, Porsche, Triumph ou Ferrari são algumas marcas que têm na sua história modelos com os chamados faróis escondidos, isto numa linguagem mais simplista. Espantaram o mundo automóvel e tornaram-se muito populares sobretudo nos anos 60 e 70. Por razões de segurança, ao nível dos peões, foram banidos anos mais tarde. Também em nada contribuíam para a aerodinâmica dos carros, como se pensava. Vamos recordar oito desses modelos:

Cord 810 - 1935

Foi o primeiro carro a incorporar faróis escamoteáveis, uma solução muito inovadora para a época, que a todos surpreendeu.

Alfa Romeo 8C 2900 A - 1936

No ano seguinte foi a vez da Alfa Romeo “esconder” os faróis no seu 8C 2900, um dos mais emblemáticos modelos da marca.

Triumph TR7 - 1974

Desagradou o público por romper demasiado com a imagem de roadster clássico britânico e não ter boas prestações. Mas não espapou à moda dos faróis escamoteáveis que lhe davam uma frente afilada.

Opel GT - 1968

Outro modelo com potência modesta mas design chamativo para o qual contribuiu o facto de incorporar faróis escamoteáveis. Ficou conhecido como o Corvette dos pobres pelas suas linhas recordarem as do desportivo americano.

Aston Martin Lagonda - 1976

Foi o carro mais caro no seu tempo ao reunir prestações de um desportivo com o luxo vanguardista de uma berlina de qualidade superior. As primeiras séries deste modelo traziam os faróis escondidos.

Porsche 924 - 1976

Não sendo o primeiro modelo da marca com faróis escamoteáveis, foi o que mais divulgou essa moda, que as suas sucessivas evoluções (944 e 968) herdaram.Também incorporou importantes avanços ao nível do design automóvel.

Lamborghini Miura - 1967

Este sim, foi pioneiro na utilização de faróis retráteis que se tornaram num dos seus rasgos mais chamativos. Considerado o primeiro hiperdesportivo moderno, está repleto de detalhes estéticos que o tornaram sublime.

Ferrari 365 - 1966

Embora os faróis não ocultassem por completo as suas óticas, tornavam a dianteira visualmente mais afilada e até agressiva. Muitos consideram este modelo como uma verdadeira escultura sobre rodas.

scroll up