Está realizada a fusão entre FCA e PSA

|AUTOCLUBE

Os dois grupos estão unidos sob a designação Stellantis que engloba 15 marcas.

stellantis-840

Anunciada no final de 2019, a fusão entre a FCA (Fiat e Chrysler) e a PSA (Peugeot, Citroën e Opel) está concluída e passa a ter a designação Stellantis, que é a partir de agora o quarto mais importante fabricante de automóveis do mundo.

A nova companhia explica que a origem do seu nome corporativo tem origem no latim, onde a palavra “Stello” significa “iluminar as estrelas” e vai mais longe: “evocar com este nome a astronomia é para nós captar o verdadeiro espírito de optimismo, energia e renovação, fatores que impulsionam esta fusão que vai mudar a indústria automóvel”.

Com esta fusão, a Stellantis vai ter um novo conselho de administração formado por 11 elementos e presidido por John Elkann, até agora o presidente do grupo FCA. O vice presidente será Rober Peugeot e Carlos Tavares vai desempenhar as funções de conselheiro delegado da nova companhia.

A Stellantis torna-se a partir de agora no quarto fabricante mais importante do mundo com cifras que vão rondar os 8,7 milhões de automóveis produzidos anualmente. Engloba ao todo 15 marcas como a Peugeot, Citroën, Opel, Vauxhall, DS, Fiat, Alfa Romeo, Abarth, Lancia, Maserati, Chrysler, Dodge/RAM e Jeep, e que incluirá também outras companhias como a Mopar e a SRT, além das marcas de componentes Comau e Teksid.

scroll up