Bugatti passa para as mãos da Rimac e da Porsche

|AUTOCLUBE

Os dois fabricantes vão criar uma joint-venture com a nova empresa a chamar-se Bugatti-Rimac.

bugatti-rimac-900

A Rimac e a Porsche acabam de anunciar que vão associar-se para assumir o controlo da Bugatti e criar uma nova joint-venture que resultará em num novo fabricante a designar por Bugatti-Rimac. A nova empresa vai ser 55% detida pelo Grupo Rimac e 45% serão propriedade da Porsche.

“Bugatti e Rimac são uma combinação perfeita e ambos trazem ativos importantes”, explica Mate Rimac , CEO da Rimac, e agora também CEO da nova Bugatti-Rimac. “Estabelecemo-nos como pioneiros na indústria de tecnologia elétrica, enquanto a Bugatti possui mais de um século de experiência no desenvolvimento de carros de elevado desempenho e luxo, trazendo consigo uma tradição marcante que é praticamente única na história da indústria automóvel. Juntos, uniremos o nosso conhecimento, a nossa tecnologia e os nossos ativos com o objetivo de criar projetos muito especiais no futuro".

Oliver Blume, atual presidente do Conselho de Administração da Porsche AG e que também vai integrar o Conselho de Administração da Bugatti-Rimac (juntamente com Lutz Meschke, vice-presidente da Porsche) afirma que com esta associação "estamos a combinar a forte experiência da Bugatti no negócio de hipercarros com a tremenda força inovadora da Rimac no promissor campo da mobilidade elétrica".

Ainda de acordo com informação veiculada pelas duas empresas, as respectivas actividades não irão sofrer grandes alterações numa fase inicial, com cada uma delas dedicada à sua produção, “já que a construção dos modelos desenvolvidos em conjunto vão ser planeados a longo prazo”.

scroll up