Os 5 melhores Maserati da história

|AUTOCLUBE

Com mais de um século de vida, a marca do tridente tem modelos emblemáticos dos quais se destacam cinco magníficos.

Maserati-A6-840

No momento em que a marca acaba de lançar o novo MC20 é tempo de recordar cinco dos seus melhores carros.

Maserati A6 G/54 Zagato

Foi o primeiro GT da Maserati do qual se fabricaram apenas 139 exemplares. Construído entre 1947 e 1956, sofreu várias atualizações ao longo da sua existência. A designação Maserati A6 surgiu pelo facto do motor (de 6 cilindros) ter sido concebido por Alfieri, na época considerado um dos melhores desenhadores de motores. Este A6 de 1954 mais se parece como uma escultura sobre rodas e conta com a assinatura de Giani Zagato.

Maserati 3500 GT

Fabricado entre 1957 e 1964, está entre os desportivos mais elegantes e velozes graças ao seu motor de 3,5 litros e 6 cilindros com um nível de potência que chegou aos 235 cv.nas versões com injeção, ficando-se pelos 220 cv nas alimentadas por carburadores Weber. O 3500 GT também ficou famoso por ter sido um dos carros preferidos por Juan Manuel Fangio para seu uso pessoal.

Maserati 4000 Quattroporte

Em 1963 a marca do tridente apresentava o primeiro Quattroporte, uma espécie de versão de quatro portas do Maserati Sebring, aliás, com o qual partilhava semelhanças estéticas e mecânicas. Equipava um sensacional motor de 4 litros e 8 cilindros em V que rendia 260 cv, com os quais alcançava 230 km/h. Nos últimos anos de produção, o 4000 Quattroporte viu aumentada a cilindrada do V8 para 5 litros e a sua potência para os 295 cv.

Maserati Ghibli

Dado a conhecer ao mundo em 1966, o Ghibli destacou-se desde logo pela sua tecnologia avançada, performances e design, que incluía faróis escamoteáveis. O seu motor V8 de 4,7 litros rendia 310 cv e alcançava 250 km/h, numa aceleração dos 0 aos 10 km/h em apenas 7 segundos. Apesar de ter sido um dos carros mais carros na época, foi um êxito de vendas com quase 1.500 comercializadas entre versões coupé e descapotáveis.

Maserati Khamsin

Considerado um dos melhores Maserati de sempre, o Khamsin foi apresentado em 1972. Equipava a última evolução do V8 com a cilindrada quase a roçar os 5 litros e potência de 330 cv capaz de alcançar os 270 km/h. Com um design que não passava despercebido, tinha caraterísticas únicas entre as quais a direção assistida denominada DIRAVI, a primeira do mundo variável em função da velocidade. A sua produção terminou em 1982.

scroll up