Dia Mundial dos Primeiros Socorros com apoio ACP

Sabia que a nível mundial, os acidentes rodoviários matam 1.34 milhões de pessoas por ano? E que são a principal causa de morte da população entre os 15 e os 29 anos?

Dia-Mundial-dos-Primeiros-Socorros-detalhe

“Não precisa de licença para salvar vidas” é uma iniciativa da Federação Internacional do Automóvel e da Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho, a que se junta o Automóvel Club de Portugal para assinalar o Dia Mundial dos Primeiros Socorros, a 8 de setembro.

Este ano, o tema da campanha centra-se na "primeira resposta aos acidentes rodoviários" e pretende chamar a atenção para a necessidade da rápida prestação de socorros às vítimas de acidentes rodoviários, fator que reduz a mortalidade nos acidentes.

Sabia que, mesmo em locais equipados com infraestruturas de emergência médica e meios de socorro nas redondezas, como acontece nas cidades, o tempo médio de chegada de uma ambulância é de cerca de 10 minutos?

Isto mostra que quem assiste a um acidente rodoviário com feridos pode ter uma intervenção fundamental para salvar vidas, sobretudo se for rápido a agir. Quanto mais cedo forem aplicados os cuidados de emergência, maiores são as possibilidades de recuperação.

Mas esta iniciativa também tem por objetivo promover o ensino dos primeiros socorros, medida que teria ainda maior eficácia se integrasse a formação de futuros condutores. É que agir sem ter os conhecimentos necessários pode ter consequências muito graves.

Um curso de primeiro-socorros é uma formação que demora em média entre 3 a 6 horas e pode fazer toda a diferença no momento em que é necessário salvar vidas.

Neste sentido, a Cruz Vermelha Portuguesa dispõe de vários cursos de primeiros socorros pensados para a população, empresas e entidades em geral.

As estatísticas revelam que a anoxia é uma das principais causas de morte de pessoas envolvidas em acidentes rodoviários. A anoxia resulta da falta de oxigénio devido ao bloqueio das vias aéreas. Ou seja, os ferimentos impedem a capacidade de respirar.

Em todo o mundo morrem, anualmente, mais de 1.34 milhões de pessoas. A sinistralidade rodoviária é a 9ª causa de morte a nível mundial, mas é a principal causa de morte na faixa etária dos 15 aos 29 anos.

Junte-se a nós. Saiba mais sobre esta campanha.

scroll up