ACP lamenta morte de José Megre

O Automóvel Club de Portugal lamenta profundamente a morte de José Megre. O pai do todo o terreno, como era chamado carinhosamente por todos, morreu hoje vítima de cancro no pulmão.
Carlos Barbosa, presidente do ACP, inconformado com a notícia afirmou “estar profundamente triste pois Megre era um grande amigo e um exemplo para todos os que estão ligados ao automobilismo. Sozinho, e quase sempre sem apoios, conseguiu uma obra notável no todo-o-terreno. Aventureiro como poucos no mundo, levou a bandeira de Portugal a todo o mundo. Destemido, mas sempre conciliador, era adorado por todos os seus verdadeiros amigos. Ainda não acredito que nos deixou…Participou nas maiores expedições e foi uma referência no verdadeiro Dakar. Aos 66 anos deixa-nos um legado inigualável.”

scroll up