Renault Grand Scénic reforça espaço com 7 lugares

|AUTOCLUBE

Maior segurança e três níveis de equipamento caracterizam este SUV cujo preço se inicia nos 33.500 euros.

grand-scenic-840

Com uma gama renovada, novos equipamentos e mais tecnologia, nomeadamente em matéria de segurança, o Renault Grand Scénic vem reforçar a escolha dos clientes que valorizam os sete lugares individuais, mas também o conforto, o espaço, a versatilidade e a modularidade.

Este modelo da marca francesa passa a estar disponível com os níveis de equipamento Limited, Intens e Black Edition, por forma a satisfazer as necessidades e os gostos do mais exigente agregado familiar ou cliente profissional. As novidades estendem-se ao catálogo de cores, com duas novas referências – Azul Topázio e Vermelho Vintage, ambas com o tejadilho em preto – bem como às novas jantes, de 20 polegadas, claro, ou não fosse uma das imagens de marca do modelo.

No capítulo dos motores, a oferta assenta no aclamado bloco TCe, a gasolina, desenvolvido em parceria com a Daimler, nas variantes de 140 e 160 cavalos, ambas igualmente disponíveis com a caixa automática EDC de dupla embraiagem.

Na base da oferta, o nível de equipamento Limited adota elementos tecnológicos e de apoio à condução. Assim, o Grand Scénic Limited já inclui, entre outros, o alerta de deteção de fadiga e de transposição involuntária de faixa, o emblemático cartão Renault mãos-livres, o sistema R-link2 com ecrã tátil de 7 polegadas, a travagem de emergência ativa com deteção de peões, para além de pormenores que reforçam a funcionalidade, como é o caso da Gaveta Easy Life refrigerada.

No patamar seguinte, o novo nível Intens reforça a segurança ativa, com o alerta de distância de segurança e o alerta de excesso de velocidade com reconhecimento dos sinais de transito. Os passageiros passam a usufruir de cortinas de sol nas segundas filas de bancos, enquanto os bancos têm um padrão exclusivo.

No topo da oferta, a versão Black Edition vem substituir a anterior Bose Edition. O sistema de Premium BOSE continua a ser uma das figuras do “cartaz”, mas recebe a companhia dos bancos aquecidos, assim como do sistema Easy Park Assist com auxílio ao estacionamento lateral e câmara de marcha-atrás. Já o sistema R-Link2 recebe novo “upgrade” e passa a dispor de um ecrã tátil de 8,7 polegadas, com cartografia da Europa.

Disponível a partir dos 33.500€ na versão TCe 140 Limited, o salto para o nível Intens implica um custo de apenas 1.200€ e deste para o Black Edition, de uns adicionais 1850€.

A opção pelo conforto da caixa EDC, mantendo o nível de equipamento, significa um acréscimo de apenas 1800€. Já a escolha pelo mais potente motor de 160 cavalos (apenas com caixa EDC e no nível de equipamento de topo), o esforço financeiro fica-se pelos 400€.

scroll up