Sergio Pérez vence em Baku corrida atribulada e com surpresas

|AUTOCLUBE

Desta vez os favoritos da F1 ficaram sem pontuar e foi a Red Bull quem mais beneficiou.

Sergio-Perez-Azerbeijao-900

O GP de Fórmula 1 do Azerbaijão terminou com um pódio improvável. A Red Bull venceu com Sergio Pérez, depois de ter rebentado o pneu traseiro esquerdo do monolugar de Max Verstappen, que liderava a corrida. Desta vez não houve Mercedes no pódio, que viu subir ao 2º lugar o Aston Martin do consagrado Sebastien Vettel, que ficou feliz por voltar a subir a um pódio da F1, dando pela primeira vez esta posição a um Aston Martin. No 3º lugar terminou o Alpha Tauri de Pierre Gasly, depois de Lewis Hamilton ter falhado uma travagem, caindo do 2º lugar para a cauda do pelotão. Se Max Verstappen bem se pode queixar dos pneus, depois de ter feito uma corrida brilhante e ter tido a vitória nas mãos, é a Red Bull que tira melhor partido na batalha dos construtores, porque a Mercedes não pontuou, nem com Hamilton, nem com Bottas.

Depois de um pódio surpresa e de uma longa interrupção da corrida, quando faltavam apenas duas voltas para o final, Charles Leclerc tentou, mas não conseguiu colocar o Ferrari no pódio, terminando a prova de Baku no 4º lugar, à frente do McLaren de Lando Norris e do Alpine de Fernando Alonso. O Alfa Tauri de Yuki Tsunoda termina na 7ª posição, na frente do outro Ferrari de Carlos Sainz. Daniel Ricciardo (McLaren) e Kimmi Raikkonen (Alfa Romeo) fecharam o “top ten” do GP de Fórmula 1 do Azerbaijão. Apesar de não terem pontuado em Baku, Max Verstappen lidera o campeonato com 105 pontos, com Lewis Hamilton a ocupar a 2ª posição com 101 pontos. Sergio Pérez é agora o 3º classificado com 69 pontos, seguido por Lando Norris com 66 e por Charles Leclerc com, 52 pontos. Entre os construtores a Red Bull está mais na frente, totalizando 174 pontos, enquanto a Mercedes soma 148, na frente da Ferrari com 94 e da McLaren com 92 pontos.

scroll up