Mundial de Ralis regressa à ação com estreia da Estónia

|AUTOCLUBE

Estónia estreia-se no Mundial de Ralis e torna-se no 33º país a receber o Campeonato desde 1973.

regresso-wrc

A Estónia vai ser o palco da primeira ronda do Campeonato do Mundo de Ralis desde que a pandemia mundial da Covid-19 obrigou, em maio, à suspensão da competição.

A disputar de 4 a 6 de setembro, a prova junta-se aos calendário do Mundial de Ralis pela primeira vez e depois de se ter apresentado como evento promocional do WRC em 2019.

A revisão do calendário anunciada pelo WRC Promoter confirma também o Rally da Sardenha, que passa agora a ter lugar de 29 de outubro a 1 de novembro.

Deste novo calendário continuam a fazer parte o Rally da Turquia (24 a 27 de setembro) e o Rally da Alemanha, agora com nova data de 15 a 18 de outubro. O final do ano, tal como previsto desde a primeira apresentação da época de 2020 continua a ter lugar no Japão de 19 a 22 de novembro.

Desta forma, e depois das três jornadas disputadas no início do ano, o Campeonato tem para já um total de oito provas, mas poderá contar com ainda mais. O WRC Promoter está em negociações com vista à realização de mais dois ralis: o Rally de Ypres, na Bélgica (2 a 4 de outubro), e uma outra prova na Croácia.

Definitivamente fora das contas fica o Rally da Argentina. Depois de inicialmente adiado, a prova sul-americana foi agora cancelada definitivamente.

O promotor do Campeonato do Mundo revelou também que a ronda da Estónia, terra natal do Campeão do Mundo Ott Tänak, será uma versão mais curta que o habitual numa jornada do Mundial, com apenas duas etapas no sábado e domingo e tendo por base Tartu, na região este do país.

“O anúncio de hoje do regresso dá um sinal claro de que o WRC de 2020 está de volta à ação,” começou por dizer Oliver Ciesla, o homem forte o WRC.

“O WRC Promoter trabalhou de forma incansável com a FIA, os nossos competidores, equipas e potenciais ralis, em circunstâncias excecionais, para rever o calendário. A notícia de hoje permite o reatar do WRC na altura certa e com as provas necessárias para ser considerado um Campeonato do Mundo,” disse.

scroll up