Marc Marques arrasou no MotoGP das Américas com Miguel Oliveira em 11º

|AUTOCLUBE

À procura da afinação ideal para a sua KTM, o piloto ACP conquistou pontos para o campeonato e já aposta na próxima prova.

MIGUEL-OLIVEIRA-1-900

Em Austin, no Texas, Marc Martin em Honda foi demolidor e venceu o GP das Américas com vantagem considerável para a Yamaha de Fabio Quartararo que solidifica liderança no campeonato de 2021. Com triunfo categórico, o espanhol da Honda surpreendeu em mais de quatro segundo Fabio Quartararo que termina a prova no 2º lugar, deixando Francisco Bagnaia em Ducati, o seu mais direto opositor, no 3º lugar, na frente de Alex Rins e Jorge Martin que foi alvo de uma penalização.

Miguel Oliveira terminou a prova americana no 11º lugar, atrás de Binder e Pol Espargaro, tendo, no entanto, conquistado pontos para o campeonato e tirado algumas conclusões em relação à sua KTM que registou demasiado desgaste no pneu dianteiro nas últimas voltas, o que obrigou o piloto luso a baixar o ritmo. “Foi uma corrida dura, com recuperação de algumas posições e pontos ganhos”, referiu Miguel Oliveira, que pretende continuar a progressão da sua moto já em Misano. No campeonato, Quartararo comanda com 254 pontos, seguido por Bagnaia com 202 e por Johan Mir com 175. Miguel Oliveira é o 10º classificado com 92 pontos.

scroll up