Campeonato de Portugal de Ralis arranca de forma muito emotiva

|AUTOCLUBE

Ricardo Teodósio vence duelo com Armindo Araújo e Miguel Correia num pódio nacional sempre muito disputado.

Teodosio-final-900

Foi preciso esperar pelos últimos metros da derradeira especial de classificação do Rali Terras d’Aboboreira para saber quem ia triunfar. Num duelo sempre muito animado entre os três melhores portugueses em prova, Ricardo Teodósio que também foi o mais rápido na Power Stage, acabou por vencer a primeira prova de 2021 com 8,3 segundos de vantagem perante Armindo Araújo e 9,5 segundos de vantagem para Miguel Correia, que foi a grande surpresa da prova. Depois de um pódio nacional que contou com três Skoda, Bruno Magalhães levou o Hyundai ao 4º lugar a 27,8 de Teodósio e o regressado Bernardo Sousa foi 5º classificado a 38,3 do vencedor, seguido por José Pedro Fontes em Citroen a 54,5 segundos.

A primeira prova do Campeonato de Portugal de Ralis foi conquistada por uma série de pilotos estrangeiros que escolheram os troços do Rali Terras d’Aboboreira para importantes ensaios competitivos, a pensar no Vodafone Rally de Portugal. A luta no pódio, em termos de classificação geral, foi precisamente discutida entre o norueguês Ole Veiby num Hyundai i20 R5, que acabou por vencer à geral, seguido a apenas 2,8 segundos pelo espanhol Pepe López e pelo britânico Chris Ingram, ambos em Skoda Fabia R5.

Mas foi na luta pelos pontos nacionais que esteve concentrada a maior emoção e até algumas surpresas. Ricardo Teodósio, campeão nacional em 2019, prometeu que ia lutar pela vitória e cedo abriu um duelo direto com Armindo Araújo o campeão nacional em título, com dois Skoda Fabia R5 a discutirem ao segundo a liderança entre os candidatos ao CPR. Mas afinal, havia outro Skoda, também candidato ao triunfo nacional. Miguel Correia venceu troços e discutiu com Ricardo Teodósio e Armindo Araújo a vitória na prova, mesmo até ao fim. Bruno Magalhães em Hyundai i20 R5 terminou a prova nacional na 4ª posição, seguido por Bernardo Sousa num Skoda fabia R5. José Pedro Fontes em Citroen C3 Rally 2 não entrou com o pé direito no CPR 2021 terminando a prova na 6ª posição. A próxima prova pontuável para o Campeonato de Portugal de Ralis é o Vodafone Rally de Portugal, a disputar entre 20 e 22 de maio.

scroll up