O que é o restomod no mundo dos clássicos?

|AUTOCLUBE

É recuperar carros de outras épocas, melhorando o seu conforto ou desempenho e adaptando-os à atualidade.

restomod-840

Quando chega o momento de restaurar um clássico há quem defenda que é preciso manter o máximo de originalidade no veículo para não perder a sua identidade e história. É uma opinião mais purista, quando comparada com a teoria de que é possível recuperar um veículo de outros tempos associando restauro e modernidade.

A tendência, muito em voga desde os finais da década de 90, chama-se “restomod” ou seja, restaurar um clássico adaptando-o aos tempos de hoje através de algumas modificações que vão melhorar o desempenho, conforto e fiabilidade. E isso sem beliscar nem a identidade nem a his-tória do carro.

E essas modificações podem passar por dar um novo fôlego ao carro introduzindo-lhe um novo motor, uma suspensão mais moderna, visual atualizado, interior mais confortável (com ar-condicionado, por exem-plo) ou mesmo recorrer à eletrificação reversível, sem afetar a essência do modelo em questão.

Nos Estados Unidos, o restomod será talvez mais levado ao extremo, mais espetacular, com a Singer Vehicle Design, fundada na Califórnia, a ser uma referência nesta área. A notoriedade alcançada pelas criações desta empresa provocou uma predileção por restomods com especial incidência em modelos Porsche que dali saem como verdadeiros Frankensteins mecânicos. Tudo em estilo retro mas com tecnologia do século XXI.

O Jaguar MK2 também foi dos carros que mais passou pelo restomod por muitos dos seus proprietários, que assim quiseram associar as (ex-celentes) caraterísticas do modelo britânico a um toque de modernida-de tornando-o ainda mais agradável de conduzir no dia a dia.

Até Ian Callum, designer da Jaguar, não resistiu a submeter um MK2 a um restomod mais espetacular e chegou a pensar fazer uma edição es-pecial do carro modificado. Mini, VW Carocha, Ford Mustang e MG são outros carros que sofrem com frequência este tipo de atualizações du-rante os seus restauros.

No mundo dos restomods, a eletrificação de clássicos está a conquistar terre-no, também devido à simplicidade estrutural desses carros, fáceis de converter em elétricos sem necessidades de modificar muitos dos seus elementos.

As próprias marcas estão a desenvolver conceitos eletrificados de seus clássi-cos como a Jaguar com o E-Type, a Aston Martin com o DB5 ou a Mini. A lista é extensa.

scroll up