Lancia Delta S4 Stradale à venda por 900 mil euros

|AUTOCLUBE

Icónico modelo da Lancia está à venda num stand de Barcelona e pode muito bem tornar-se num dos mais caros alguma vez vendidos.

DeltaS4-01

A Lancia teve sempre uma forte ligação aos ralis, produzindo modelos emblemáticos que fazem parte da memória de todos, até mesmo daqueles que não acompanham a modalidade com tanta paixão. Quem não se lembra do Stratus, do 037, ou do Delta? Poucos, seguramente poucos. É essa fama, em conjunto que a raridade e os resultados conseguidos por cada um deles que fazem destes carros hoje em dia um verdadeiro tesouro.

Ora um desses tesouros está agora à venda na sua versão de estrada, o Lancia Delta S4 Stradale. Trata-se de um dos dois que aparentemente estão à venda na Europa e foi o primeiro a ser matriculado em 1986.

Restaurado pela Baldi, especialista em modelos Lancia, este foi um dos, pensa-se, pouco mais de 200 veículos produzidos pela Lancia para circulação em estrada, o número mínimo de unidades que é necessário produzir para que um carro possa ser homologado para competição em ralis.

Dotado de um motor de 4 cilindros com 1.8 litros e capaz de debitar uns mais comedidos 250cv de potência (o modelo de competição atingia os 450cv!), este Delta S4 Stradale era a versão “mais civilizada” do impressionante modelo do Grupo B com que a marca competiu no Mundial de Ralis, se bem que com muito pouco sucesso – logrou apenas cinco vitórias ao longos dos dois anos em que competiu. Vida curta para este modelo que chegou tarde ao impressionante Grupo B, que viria a terminar em 1986 após alguns acidentes mortais.

Estes dois factores fazem com que o S4 Stradale não tenha tanta fama como a versão que se seguiu, o Delta Integrale. Esse sim, um modelo que ainda hoje se ouve nas bocas de muitos

Seja como for, é o “pai” do Integrale e tem uma história associada, na qual se inclui passagens pelo Médio Oriente, morada no Museu David Sutton, um dono norte-americano e apenas 11.802 quilómetros registados. Características que levam o concessionário Chelsea 1979, de Barcelona, a pedir 890 mil euros pelo carro!

É caro? Depende da carteira e também da importância e valorização que os amantes de clássicos e de ralis atribuam ao carro. O que se sabe é que em 2018 a Bonham’s leiloou um modelo semelhante por 356 mil euros e que em abril do ano passado a RM Sotheby’s arrematou outro exemplar como este por 1,04 milhões de euros. Pelo meio, em França, também em 2018, foi vendido outro por meio milhão.

scroll up