Está à venda o Ferrari 330 GT 2+2 que foi de Enzo Ferrari

|AUTOCLUBE

Ter um carro que pertenceu ao próprio fundador da marca é algo que torna este Ferrari ainda mais especial e exclusivo.

Ferrari-Enzo-840

Exibido ao público no Salão de Bruxelas em 1964, este Ferrari pertenceu a Enzo Ferrari, depois do fundador da marca ter sido ele próprio o piloto de testes do carro. Teve-o apenas dois anos, vendendo-o de seguida a Luigi Chinetti, tricampeão das 24 Horas de Le Mans e dono do primeiro stand da marca italiana nos EUA.

Trata-se de um carro muito raro que ao longo do tempo tem passado pelas mãos de vários colecionadores sempre através de leilões ou de negociações sigilosas e que agora volta a estar à venda por cerca de 455 mil euros na Daniel Schmitt & Co., um concessionário especializado em clássicos no Missouri, EUA.

Quando foi revelado, este Ferrari recebeu imediatamente a alcunha “olhos de chinês”, graças às quatro óticas frontais dispostas de forma horizontal um detalhe pouco comum nos Ferrari da época. Desenhado por Pininfarina, o 330 GT 2+2 utilizava um motor V12 4.0 que debitava 300 cv de potência e lhe possibilitava atingir os 245 km/h. Foram produzidos 1087 exemplares – entre 1963 e 1965 - dos quais apenas 627 possuíam os caraterísticos faróis, mas a verdade é que foi um protótipo deste modelo que lhe deu prestígio. É precisamente esse protótipo que está à venda, com o número de chassis #4085, pintado na cor brança “Light Ivory” e com um interior em pela preta.

scroll up