Elon Musk da Tesla pagou quase um milhão por Lotus de James Bond

|AUTOCLUBE

Casal comprou por 100 dólares um carro abandonado num armazém, que anos depois foi adquirido por Elon Musk que pagou por ele quase um milhão de dólares (905 mil euros).

Lotus-Espirit-840

Em 1989, um casal de Nova Iorque pagou 100 dólares pelo conteúdo de um pequeno armazém onde se encontrava um carro tapado com velhos cobertores. Anos mais tarde, descobriram que era um Lotus Espirit utilizado no filme de James Bond “O Agente Irresistível”, de 1977, com Roger Moore.

No filme, este desportivo (um dos nove usados nas filmagens) protagoniza a cena em que o espião escapa à perseguição de um helicóptero mergulhando o seu Lotus Esprit nas águas profundas de um rio, altura em que o Lotus se transforma num submarino e dispara um míssil fazendo explodir o helicóptero. Depois, foi colocado num armazém e por lá ficou esquecido mais de uma década.

Em 2013 o carro foi vendido em leilão a um comprador anónimo que hoje se sabe tratar-se de Elon Musk, o atual CEO da Tesla, que o adquiriu por 905 mil euros, e inspirou-se nele para conceber o Cybertruck.

“Como miúdo a crescer na África do Sul, foi incrível crescer a ver James Bond em ‘O espião que me amava’ a conduzir o seu Lotus Esprit num pontão, cair à água e, depois, pressionar um botão e fazer o carro transformar-se num submarino”, contou Musk num blog japonês sobre carros. O empreendedor terá ficado dececionado por constatar que, afinal, o carro não se transformava mesmo num submarino, portanto decidiu: “vou atualizá-lo com um powertrain elétrico da Tesla e vou tentar fazer com que ele se transforme mesmo, a sério”.

scroll up