Primeiro elétrico da Aston Martin chega em 2019

|AUTOCLUBE

A marca conseguiu nova parceria para avançar com o projeto Rapid E. São 550 cv de potência e 300 km de autonomia.

Rapid E

A Aston Martin vai mesmo avançar com a produção do seu primeiro elétrico Rapid E, encontrando na Williams Advanced Engineering a parceira necessária para produzir o primeiro veículo elétrico da marca e que pretende apresentá-lo em 2019.

Depois da retirada da chinesa LeEco do projeto Rapid E devido a dificuldades financeiras, a Aston Martin resolveu a questão com esta nova parceria, uma alteração de planos que no entanto vai refletir-se no volume de produção do novo modelo limitado a 155 unidades, três vezes menos que inicialmente previsto.

O motor elétrico do futuro Rapid E deverá ter uma potência inicial de 550 cv, capaz de garantir prestações ao nível do atual Rapide S, que atinge uma velocidade de ponta acima dos 300 km/h e uma aceleração dos 0 aos100 km/h em 4,2 segundos, graças ao seu motor de combustão 6.0 V12 de 552 cv. A autonomia será de pelo menos 300 quilómetros.

scroll up