Hiroshima já produziu mais de um milhão de MX-5

|AUTOCLUBE

Já na 4ª geração, o roadster da Mazda continua a surpreender o mercado automóvel 32 anos depois do seu lançamento. 

MX-5-hiroxima-fb

Foi a 9 de Fevereiro de 1989, no Salão Automóvel de Chicago, que o mundo, muito em especial o sector automóvel, foi surpreendido com o Mazda MX-5 original, isto numa altura em que o mercado dos roadsters de dois lugares estava já moribundo. Com este lançamento, a Mazda viria a provar o contrário, demonstrando-o com um sucesso hoje quase do tipo case-study, comprovado pelo actual volume de produção que ascende já às 1.150.352 unidades , todas elas saídas da fábrica de Ujina, em Hiroshima (Japão).

Cumpridos que estão 32 anos desde a data em que a marca de Hiroshima deixou o mundo boquiaberto com esse novo conceito denominado de “NA”. Assumindo-se como construtor que tem o desafio às convenções como parte do seu ADN, a Mazda iniciou essa longa viagem, uma história com múltiplas conquistas alcançadas pelas suas já 4 gerações, “NA”, “NB”, “NC” e a “ND”, versão actualmente em comercialização.

O “NA” esteve em produção de 1989 a 1998, totalizando 431.506 unidades, naquele que é uma espécie de “recorde familiar”. A geração que mais se lhe aproxima é a segunda, com 290.123 exemplares, um “NB” mostrado no Salão de Tóquio de 1997 e vendido a partir de Janeiro de 1998, ao longo de 7 anos. No Salão de Genebra de 2005 esteve exposto o MX-5 “NC”, chegando ao mercado em Agosto e somando 231.632 unidades, produzidas ao longo de quase 11 anos, incluindo duas actualizações de relevância e integrando uma primeira versão de tejadilho rígido eléctrico, denominada Roadster Coupé.

Finalmente, a mais recente versão do MX-5 (“ND”) foi desvendada nos EUA, em Setembro em 2014, uma quarta geração que chegou aos mercados menos de um ano e que começou por dar continuidade ao popular formato soft-top, para, a partir de Janeiro de 2017, se lhe juntar o novo MX-5 RF (Retractable Fastback), reinterpretação do formato de capota rígida eléctrica. Esta dupla de propostas tem sido alvo de variados upgrades de conteúdo, culminando na versão de 2021 lançada em Portugal no início do presente ano. Ascendem a 197.091 os MX-5 e MX-5 RF “ND” produzidos até final de Maio último.

O Mazda MX-5 acumulava, assim, no final de Maio um total de 1.135.957 unidades vendidas, representando o diferencial de 14.395 unidades para o total de produção viaturas que ou ainda se encontravam nos parques da unidade fabril, ou em trânsito, a bordo dos supercargueiros que cumprem os trajectos marítimos entre os terminais de logística no Japão e os diversos centros de distribuição (como o de Barcelona que, entre outros países, abastece Portugal) ou expostos nos stands da Rede de Concessionários da marca de Hiroshima, à espera de novos clientes que ajudem a substanciar, ainda mais, os volumes acima.

scroll up