Há 70 anos que a Bentley desenha em Crewe

|AUTOCLUBE

Foi em 1951 que a marca estabeleceu o seu próprio departamento de design na fábrica de Crewe.

Bentley-70-anos-Design-900

O primeiro Bentley a ser desenhado em Crewe foi o R-Type Continental em 1951. Um trabalho que esteve a cargo de John Blatchley, o chefe de estilo da casa. Sete décadas depois, é altura da marca comemorar esses primeiros tempos de criação na fábrica de Crewe (que na altura já produzia há cinco anos). Tempos em que o design de novos modelos se fazia a partir de esculturas de cera e aguarelas, num processo que foi amadurecendo até à realidade virtual, usando as mais recentes técnicas de ponta.

Quando foi fundado há 70 anos, o departamento de design da Bentley em Crewe tinha a responsabilidade de comunicar ideias e propostas partilhando a sua visão com outras áreas do negócio. Isso foi conseguido capturando esboços de design como obras de arte em aquarela, pintadas à mão, sem a possibilidade clicar no botão 'desfazer' se um erro foi cometido.

As pinturas em aquarela foram então reproduzidas em escala ou desenhos técnicos em tamanho real representando as laterais, frontais, traseiras, elevações planas e vistas em corte ao longo da carroceria para descrever aos fabricantes de modelos a forma do novo carro.

Os fabricantes de modelos dos últimos tempos seguem os mesmos processos da década de 1950. Para visualizar os desenhos em três dimensões, uma estrutura de metal é coberta com um material maleável (historicamente cera e, mais recentemente, argila), em seguida, moldada com precisão para descrever a forma do novo veículo. As medições podiam então ser tiradas do modelo e cruzadas de volta para garantir que os desenhos eram representativos.

Hoje em dia, braços de medição e equipamentos de digitalização permitem uma avaliação mais rápida de modelos tridimensionais, com precisão de até centésimos de milímetro, e fornecem dados como impressões numéricas ou dados em nuvem carregados diretamente no estúdio de design para referência virtual instantânea.

Liderar a próxima evolução do DNA de design da Bentley é uma verdadeira honra, especialmente depois de tantas décadas de design requintado no nosso estúdio em Crewe. Existem Bentleys icónicos que foram criados aqui - belos carros que resistiram ao ao tempo e que nos inspiram em termos de estilo. Agora, estamos empenhados na criação do primeiro BEV da Bentley, que deve traduzir e remodelar essas formas e detalhes clássicos para um design verdadeiramente voltado para o futuro. O carro deve ser sustentável, além de elétrico. Por isso, estamos a explorar materiais sustentáveis. Conseguir que esse design seja absolutamente perfeito ajudará a garantir o próximo capítulo nesta história surpreendente do design da Bentley”, afirma Andreas Mindt, o diretor de design da marca.

Para atender ao desenvolvimento contínuo do DNA da Bentley, o departamento de design cresceu dez vezes nos últimos 20 anos e a marca já pensa no novo Design Studio como um dos próximos projectos a concretizar no Crewe Campus.

scroll up