Fabricantes apoiam vítimas das cheias

|AUTOCLUBE

Depois das maiores cheias de que há memória na Europa, a solidariedade chega de todos os lados e o setor automóvel não foi exceção.

cheias-alemanha-fb

Os fabricantes de automóveis responderam à chamada e não falharam no momento de mostrar solidariedade com as vítimas das maiores cheias de que há memória no centro da Europa, com especial incidência na Alemanha, em estados como Renânia do Norte-Vestfália e da Renânia-Palatinado.

Sem ser necessário destacar umas sobre outras, refira-se o esforço de ajuda por parte de empresas locais como BMW e Opel. A casa de Munique disponibilizou 1,5 milhões de euros a várias organizações, assim como colocou os seus meios de emergência próprios ao serviço da resolução da catástrofe. Já a Opel decidiu emprestar viaturas por três semanas a todos os que viram os seus carros arrastados pelas cheias.

Da Ásia também veio ajuda. A Hyundai também optou por emprestar uma viatura a todos os que perderam mobilidade automóvel, solução que também foi seguida pela Mitsubishi. A Nissan, pelo seu lado, põe um veículo à disposição dos seus clientes que ficaram sem carro.

Do outro lado do Atlântico, a Ford doou cem mil dólares e ofereceu vários furgões Transit e pick-up Ranger a organizações que prestam apoio no local. Os clientes da marca, que foram afectados pelas cheias, têm à disposição cerca de 150 veículos.

A Tesla, que acabou de entrar na Alemanha através da sua Gigafactory em Berlim, colocou à disposição a Tesla e a Starlink, com Superchargers gratuitos para os clientes que habitam nas áreas afectadas, ao passo que a Starlink posicionou os seus satélites sobre a área da cheias de forma a garantir internet gratuita para todos, numa altura em que as comunicações estavam em baixo.

scroll up