O essencial sobre baterias de carros elétricos

Cuidados a ter para evitar surpresas desagradáveis

Comprar um carro elétrico ainda sai caro. Apesar de dispensar a manutenção de peças próprias dos automóveis a combustão, as baterias são os elementos que maiores dúvidas levantam na hora da compra.

A sua autonomia surge à cabeça da lista de prioridades dos consumidores, mas há que ter em conta a modalidade incluída no contrato de venda, sem esquecer a sua manutenção, fundamental para uma vida longa.

Para a responsável pelo ACP Autos, Elsa Serra, quando se pretende adquirir um carro elétrico “a sua preocupação deve ser com a duração das baterias, em saber qual a autonomia atingida e se aqueles modelos são os mais adequados à sua utilização no dia-a-dia”.

Ao adquirir o carro elétrico tem duas opções: “ou opta por integrar a bateria no valor final do carro ou faz um contrato de aluguer com a marca”.

Esta opção depende, contudo, do fabricante e também de uma análise que se faz ao uso previsto do automóvel, isto é, do número de quilómetros que poderão ser percorridos, já que a renda a pagar pelas baterias pode variar com mais ou menos uso.

Certos cuidados não devem ser descurados com vista à preservação das baterias, tais como estar atento às temperaturas elevadas, assim como com às descargas e cargas rápidas. Deve-se, portanto, evitar os tais carregamentos rápidos.

Para evitar surpresas desagradáveis, o ideal é carregar até aos 80% e não deixar ir abaixo dos 20%. Caso o carro fique parado, conservar pelo menos 60% de carga.

O desgaste é, ainda assim, inevitável já que a bateria do automóvel funciona como a de um telemóvel.

5 cuidados a ter para preservar as baterias do carro elétrico


Bateria eletricos

1. Não carregue a bateria a 100%. O recomendado é manter a bateria nos 80% de capacidade.

Bateria eletricos

2. Não deixe a bateria ficar sem carga já que, ao fazê-lo, acelera a degradação da carga máxima da bateria e reduz a sua vida útil.

Bateria eletricos

3. Sempre que tiver oportunidade, carregue até aos 80% de carga, mesmo que tenha feito uma viagem curta, de forma a manter os componentes à temperatura ideal, pois as baterias perdem carga mais depressa quando fica mais frio.

Bateria eletricos

4. Evite estações de carregamento rápido pois é uma prática desaconselhada pelas marcas. Se tiver de optar pelo carregamento rápido, nunca o faça mais do que 2 a 3 vezes por dia.

Bateria eletricos

5. Proteja o seu veículo do sol e do frio, já que a exposição a temperaturas extremas acelera a degradação das baterias. O recomendado é carregar à noite ou numa garagem.

 

Os carregamentos rápidos muito frequentes devem ser evitados, sendo desaconselhado mais de dois ou três por dia.

Alugar ou comprar a bateria de um carro elétrico?

“Para as empresas, o sistema de aquisição de carro elétrico com a bateria incluída traz mais benefícios do ponto de vista fiscal”, revelou Ricardo Oliveira, da Renault Portugal.

Mas quando se trata de um particular a fazer a mesma compra, este representante da marca francesa não tem dúvidas em referir que "o aluguer da bateria é o modelo mais vantajoso”.

De acordo com os fabricantes, uma bateria nova pode custar o preço de um automóvel novo, ainda que a tendência seja para o preço baixar.

Assistência em Viagem ACP a veículos elétricos

A Assistência ACP oferece um serviço inovador e exclusivo: a desempanagem móvel a veículos elétricos (Grande Lisboa e Grande Porto), efetuada por carrinhas preparadas para procederem a carregamentos na estrada.

Estes veículos são os primeiros em Portugal a oferecer este tipo de assistência, possibilitando aos sócios carregamentos até 30 minutos e, assim, a continuação da viagem. Evita-se, assim, o transtorno do pedido de reboque no caso de ausência de energia.


in Revista ACP | dezembro 2019

scroll up