Juntos podemos salvar milhões de vidas

Evitar cinco milhões de mortes em acidentes rodoviários em todo o mundo

A Década de Ação para Segurança Rodoviária 2011-2020 foi proclamada pelas Nações Unidas a 11 de maio de 2011 e lançada em mais de 100 países com um único objetivo: evitar cinco milhões de mortes em acidentes rodoviários em todo o mundo.

Anualmente morrem mais de 1,3 milhões de pessoas em todo o mundo em acidentes rodoviários, ou provocados por eles. Se não forem tomadas medidas estruturais este número aumentará para 1,9 milhões em 2020.

Desdobrando-se em campanhas e ações nacionais, muitos países tomaram medidas para melhorar a segurança rodoviária: através do desenvolvimento de planos nacionais (Austrália, México e Filipinas), da introdução de novas leis (Chile, China, França e Honduras), ou do aperfeiçoamento da legislação (Brasil, Camboja e Rússia).

A Década de Ação para a Segurança Rodoviária é apoiada pela Organização Mundial de Saúde e pela Federação Internacional do Automóvel.

A campanha mundial é lançada pelas mais altas figuras dos países aderentes e é escolhido um monumento emblemático que é iluminado com a cor amarela da ação. Em Portugal, o cenário escolhido foi o Cristo-Rei, em Almada, e contou com a presença do Primeiro-Ministro, Ministro da Administração Interna, os mais altos responsáveis das forças de segurança, bombeiros e ainda representantes de todas as entidades que trabalham direta ou indiretamente em prol da segurança rodoviária.

Juntos Podemos Salvar Milhões de VidasJuntos Podemos Salvar Milhões de Vidas