O SEAT Mii electric é o primeiro veículo 100% elétrico da marca

|AUTOCLUBE

Este citadino tem uma autonomia até 259 km de autonomia, mas pode chegar aos 358 km com uma única carga.

SEAT-Mii-840

A SEAT inicia a sua ofensiva elétrica com o lançamento do Mii electric, um automóvel que disponibiliza a melhor tecnologia por valores acessíveis, além de um design elegante e novos níveis de conetividade. É o primeiro SEAT 100% elétrico de produção e abre caminho a futuros modelos que vão juntar-se à família. Mais Veículos Elétricos (EV) e Plug-in Elétricos (PHEV) serão lançados num futuro próximo, incluindo o 100% elétrico SEAT el-Born, as versões híbridas Plug-in do Tarraco e Leon, e as versões híbridas plug-in de elevada performance: CUPRA Formentor e CUPRA Leon.

A diferenciação do Mii electric no exterior é subtil, trazendo um visual renovado que inclui a legenda “electric” na traseira e autocolantes “electric” nos flancos. A elegância do modelo é destacada com a escolha de uma de cinco cores: Preto Deep, Branco Candy, Vermelho Tornado, Azul Costa e Cinzento Tungsten, ainda com a possibilidade de personalização do tejadilho e espelhos pintados a preto (disponível em conjunto com as pinturas branco Candy, vermelho Tornado, azul Costa e cinzento Tungsten).

Por dentro, as suaves alterações passam pelo novo tablier com aplicação de folha IML SEAT (estampagem no molde) e de luz ambiente, duas novidades que dão um novo visual ao interior, sem distrações desnecessárias para os ocupantes.

Com duas versões – Mii electric e Mii electric Plus – a especificação de equipamento torna-se simples, mas inclui sempre um vasto leque de elementos tecnológicos e de conforto. O Mii electric traz, de série, vidros dianteiros elétricos, ESP, controlo da pressão dos pneus, fecho centralizado, imobilizador e ainda airbags laterais e de cortina. Esta versão base recebe também Climatronic, assistente de faixa de rodagem, reconhecimento de sinais de trânsito, ajuda de arranque nas subidas e os modos de condução SEAT Drive Profile (normal, eco, eco+). A tudo isto, é ainda acrescentado o sistema SEAT CONNECT e o cabo de carregamento modo 3 para carga através de Wallbox ou da infraestrutura pública.

No nível de equipamento acima, do Mii electric Plus, a lista acrescenta jantes de liga leve de 16”, vidros traseiros escurecidos, elementos em pele preta – volante, seletor de velocidades e travão de mão – e bancos desportivos com pesponto a branco. O nível de conforto beneficia ainda da inclusão de bancos dianteiros aquecidos, espelhos dianteiros aquecidos e elétricos, luzes de nevoeiro dianteiras e sistema de som com seis colunas.

No seio do sistema de propulsão do Mii electric está o seu motor de 61kW (83 cv) – associado a caixa de relação única – e com 212Nm de binário instantâneo, o que se traduz na capacidade de o veículo de cinco portas alcançar os 50km/h em apenas 3.9 segundos. Uma performance que garante ao citadino uma enorme capacidade de entrar e sair das vias congestionadas e de acelerar energicamente entre semáforos. O Mii electric pode alcançar os 100km/h em apenas 12.3 segundos e tem uma velocidade máxima de 130km/h.

A tecnologia de armazenamento de energia assegura até 259km de autonomia com base no ciclo de testes WLTP, ainda que em utilização citadina este valor possa chegar aos 358km com uma única carga. Quando abastecida através do carregador rápido de corrente contínua (DC), a bateria pode ser recarregada até 80% da capacidade em apenas uma hora, ou durante cerca de quatro horas através de um sistema de Wallbox a 7.2kW ou através da infraestrutura pública.

Prevê-se que este citadino com uma autonomia até 259 km, mas que em meio urbano pode chegar aos 358 km com uma única carga, chegue o mercado nacional na primeira metade de 2020 e os preços deverão rondar os 22 mil euros.

scroll up