O Mokka é o carro mais emotivo para a Opel

|AUTOCLUBE

Virar uma página no design da marca, com motorizações para todos os gostos. O novo Mokka é vaidoso e individualista.

Opel-Mokka-Abertura-840

Uma coleção de design baseada em modelos históricos da Opel, deu origem ao novo Mokka, um modelo que se apresenta com uma nova cara, assumindo aquilo que poderá ser a nova identidade de design da marca alemã. Um Mokka totalmente novo, fresco e moderno, exibe uma nova face que demonstra inovação e um puro design salientando características de um modelo poderoso e confiante, onde a precisão de execução está patente na maioria dos pormenores. O Mokka não é um automóvel discreto. Longe disso, o novo modelo pretende virar uma página mais conservadora, para entrar em conceitos atuais.

Assente numa plataforma que está apta a receber inúmeras energias, o Mokka vai chegar em março de 2021 com três motorizações, oferecendo assim um naipe de opções que se adaptam às exigências dos novos tempos. Com motores térmicos a gasolina e gasóleo e um inovador elétrico, este SUV ou crossover, como o quiserem classificar, está inserido no importante segmento B, considerado pela Opel como o mais importante. A identidade distinta não esconde pormenores aerodinâmicos, que se associam a um design provocante que não esconde a nova filosofia da Opel para o futuro.

Todo o vanguardismo do Mokka estende-se ao seu interior com o “Opel Vizor e Pure Panel” em destaque, com o construtor a descomplicar inúmeros comandos. Inovação e tecnologias das mais recentes, utilizadas pela Opel em segmentos superiores, estão presentes no novo Mokka através de inúmeros sistemas de assistência à condução e segurança, que se juntam a um proclamado conforto a bordo. Com 4 níveis de equipamento (Edition, Elegance, GS Line e Ultimate) o novo modelo já está disponível para encomendas, embora só chegue ao mercado no próximo mês de março, com preços a partir de 21.100€.

Os motores térmicos assentam no bloco a gasolina de três cilindros e 1,2 litros, que pode contar com 100 ou 130 cv. Em relação à opção diesel, o motor é o 1.5 TD de 110 cv., podendo contar com caixas manuais de seis velocidades, ou a automática de oito relações. Já a opção elétrica tem por base o motor de 100 KW com 136 cv, garante uma autonomia de 324 km, podendo carregar 80% das baterias em 30 minutos. O Mokka elétrico tem preços que oscilam entre os 36.100€ e os 42.100€, conforme os níveis de equipamento. O menos normal, mas muito cativante modelo da Opel vai circular nas estradas portuguesas a partir de março do próximo ano.

scroll up