Novo Seat Leon oferece cinco opções de propulsão

|AUTOCLUBE

 

A mais recente criação da Seat arranca para a 4ª geração com um leque de escolha muito alargado em termos de motorizações.

SEAT-Leon-840

Se o design do Seat Leon é sem dúvida forte e emotivo, tanto na versão de 5 portas como na carrinha Sportstourer, a marca apostou também muito forte nas novas tecnologias, num modelo que foi projetado para ser o de maior sucesso da Seat. O novo Seat Leon é o produto mais inovador, mais conectado e dos mais seguros da marca espanhola, contando ao longo das três anteriores gerações, com mais de 2,2 milhões de unidades vendidas. O interior, com equipamento abundante, espaço e conforto, prolonga o design exterior do Leon, que oferece quatro níveis de equipamento.

Mas se todos estes argumentos são por si só bastante cativantes, a Seat decidiu atribuir ao Leon cinco opções de propulsão, para enfrentar um futuro com contornos ainda pouco vincados. Assim, motores a gasolina TSI de 1,0 litros com 95 cv ou 110 cv, juntam-se aos mais potentes 1.5 TSI que podem debitar 130 ou 150 cv. A opção diesel assenta no bloco TDI de 2,0 litros, agora com níveis de potência de 115 cv ou 150 cv, podendo contar com caixa manual de 6 velocidades, ou a automática DSG de 7 relações.

Para além destas opções, a Seat aposta no sistema Mild Hybrid com base nos motores a gasolina de 1,0 ou 1,5 litros, gora designados eTSI, sempre equipados com caixa DSG. Mais tarde irá chegar a motorização híbrida Plug-in, assente no bloco 1.4 eHybrid com 204 cv, PHEV com caixa de 6 velocidades DSG. A opção gás natural está também prevista, com o Leon a utilizar o motor de 1,5 litros TGI, que poderá contar com caixa manual, ou automática.

scroll up