Sem público, Zandvoort adia regresso da F1 para 2021

|AUTOCLUBE

O Grande Prémio da Holanda é a mais recente baixa na já longa lista de cancelamentos de provas do Campeonato do Mundo de F1.

Zandvoort

Os organizadores do Grande Prémio da Holanda de Fórmula 1, que este ano faria o regresso ao renovado traçado de Zandvoort, divulgaram hoje o cancelamento da prova deste ano e o adiamento do regresso da pista ao calendário mundial apenas em 2021.

O cancelamento, apesar de diretamente ligado à crise global provocada pela Covid-19, não se prende com imposições ou impedimentos levantados pelo Governo holandês, mas sim por uma decisão autoimposta pelo organizador.

Jan Lammers, antigo piloto de Fórmula 1 e diretor desportivo do GP da Holanda, fez saber em comunicado que entre efetuar a prova à porta fechada, ou não a realizar de todo, prefere a segunda hipótese, tudo para garantir que a festa do regresso de Zandvoort ao Mundial pela primeira vez desde 1985 se faça com público.

“Estávamos, e estamos, completamente prontos para a esta primeira corrida,” começa por afirmar Lammers.

“Nós e a Fórmula 1 avaliámos o potencial de levar a cabo a corrida noutra data este ano, sem espectadores, mas gostávamos de celebrar este momento, o regresso da Fórmula 1 a Zandvoort, em conjunto com os nossos fãs na Holanda. Pedimos a todos que tenham paciência. Tive de esperar durante 35 anos, pelo que posso esperar mais um.”

A organização deixou também já claro que os bilhetes que tenham sido comprados para a prova de 2020 serão válidos para quando o Grande Prémio da Holanda tiver lugar em 2021.

scroll up