Fórmula 1 faz 70 anos

|AUTOCLUBE

A categoria rainha do automobilismo está de parabéns. Faz hoje 70 anos que teve início o primeiro Campeonato do Mundo.

F11950

As origens da categoria rainha remontam há mais de 100 anos, com as corridas percursoras dos Grandes Prémios a terem lugar em França, com o Paris/Rouen de 1894, uma prova em linha mais ao estilo de um rali, ou de uma prova de resistência.

Pouco depois, no início do séculos XX surge então o primeiro Grande Prémio disputado em Pau, em 1901. Um circuito citadino no qual ainda hoje se realizam corridas de automóveis.

Mas a verdade é que, há época, os Grandes Prémios eram esporádicos, disputados apenas na Europa, e só na década de 20 é que passam a ter lugar todos os anos. Da mesma forma que só a partir desta altura começam a incluir em alguns anos as 500 Milhas de Indianápolis, a única prova disputada fora do Velho Continente.

A década seguinte trouxe um significativo crescimento da competição, com 1935 a ser o ano com mais corridas, seis no total, disputadas no Mónaco, França, Alemanha, Bélgica, Itália e Espanha.

Com a chegada dos anos 40 e da Segunda Guerra Mundial, os Grandes Prémios começaram por ser mudar de armas e bagagens para outras paragens. Em 1940 teve lugar o primeiro Grande Prémio em solo australiano, mas o continente americano acabou por se tornar a casa da competição. Até julho de 42 os Estados Unidos (6 provas), Brasil (2), Argentina (3) e Uruguai (1) foram os países anfitriões.

Contudo, o alastrar das hostilidades mundiais acabaram mesmo por levar à total interrupção da competição entre julho de 42 e 1945. Os carros de Grande Prémio só se voltaram a fazer ouvir sete dias após a rendição formal do Japão, com Paris a ser o palco da primeira corrida pós-Guerra a 9 de setembro.

Um reatar de corridas parcial, já que só em 1947 é que os Grandes Prémio voltaram em força, com quatro provas disputadas na Suíça, Bélgica, Itália e França. Foi precisamente por esta altura que a reorganização da AIACR levou à criação da FIA e, com isso, ao anúncio da Fórmula 1, campeonato cuja estreia teve lugar a 13 de maio de 1950.

O local escolhido para o primeiro Grande Prémio de Fórmula 1 a contar para o Campeonato do Mundo foi o circuito de Silverstone, que mais não era que um antigo campo de aviação inaugurado em 1943 e que serviu de base a um esquadrão de bombardeiros da Royal Air Force durante a II Guerra Mundial.

Essa primeira prova da história da Fórmula 1 contou com a participação de 22 inscritos, dos quais 21 lograram a qualificação e em que apenas 11 chegaram ao fim. Foram 70 voltas de emoções fortes para cerca de 200.000 espectadores que acabaram por ver a vitória sorrir Giuseppe Farina. Tratou-se de um pleno por parte do italiano que, aos comandos de um Alfa Romeo 158, garantiu ainda a pole position e a volta mais rápida numa prova onde a marca transalpina não deu qualquer hipótese ao assegurar também as restantes posições do pódio com Luigi Fagioli e o piloto da casa Reg Parnell, em terceiro.

Curiosamente, e apesar da forte representação italiana em termos de carros (7 Maserati e 4 Alfa Romeo), não houve um único Ferrari na grelha de partida, algo que só acabou por acontecer no segundo GP do ano, no Mónaco.

Desde esse longínquo ano de 1950 e até hoje, já se disputaram 998 Grandes Prémios em 32 países diferentes, um deles Portugal com 16 provas. Ironia do destino, este ano a pandemia da Covid-19 ainda não permitiu a realização de qualquer prova, sendo que a estreia do Vietnam acabou por ter de ser adiada.

scroll up