Esteban Ocon obtém 1ª vitória da carreira no GP da Hungria

|AUTOCLUBE

Numa corrida marcada por aparatoso acidente na partida, os heróis foram outros. Hamilton regressa ao comando do campeonato.

Esteban-Ocon-900

Pista molhada, devido à chuva antes da partida, causou acidente com meia dúzia de pilotos envolvidos. A primeira curva mudou os destinos da corrida e a habitual luta entre a Mercedes e a Red Bull. Valtteri Bottas, Sérgio Perez, Charles Leclerc ficaram logo fora de combate, com Max Verstappen e Lewis Hamilton a tombarem na classificação. Depois de uma longa paragem, assistiu-se a uma corrida louca e cheia de emoção, com os senhores da Fórmula 1 a assumirem papéis fascinantes, com lutas constantes entre Sébastien Vettel (Aston Martin), Fernando Alonso (Alpine) e Lewis Hamilton (Mercedes) a não conseguirem travar a anunciada vitória para o jovem Esteban Ocon que levou o Alpine à vitória, conquistando em Hungaroring o primeiro triunfo da sua carreira.

Ocon comandou a prova húngara durante 65 das 70 voltas, suportando as pressões de Vettel, Sainz e Alonso, com os dois pilotos espanhóis em evidência e a mostrarem um interessante confronto de gerações. Ocon, o jovem vencedor do GP da Hungria bem pode agradecer a Alonso o papel que representou um pouco mais atrás, na contenção de quem lutava pelo pódio. Quem diria que se ia assistir a uma grande corrida em Hungaroring e também a uma fantástica recuperação de Lewis Hamilton, que acabou a prova no 3º lugar, atrás de Ocon e Vettel, regressando assim ao comando do campeonato, uma vez que Max Verstappen viria a terminar apenas na 10ª posição.

Depois de um pódio inical formado por Ocon, Vettel e Hamilton, foi o Ferrari de Sainz a conquistar a 4ªposição, seguido pelo Alpine de Alonso e pelos Alpha Tauri de Gasly e Tsunoda. Mas, ainda não estava tudo decidido, porque Sébastien Vettel viria a ser desclassificado bastante mais tarde, devido a ter menos combustível no depósito do Aston Martin do que está definido. Por isso, depois do 1º lugar de Ocon, Hamilton acaba a corrida na 2ª posição e Carlos Saiz subiu ao 3º lugar do pódio. Todos os outros concorrentes acabam por subir um lugar na classificação final. Uma corrida muito animada e com inúmeras ocorrências, duelos interessantes, a recuperação de Hamilton e a estreia de Ocon a vencer. Depois do GP da Hungria, Lewis Hamilton regressa ao comando do campeonato de F1 com 197 pontos, seguido por Max Verstappen com 187, os dois pilotos que irão discutir até ao fim o título de 2021. Mais longe estão agora Lando Norris com 113 pontos, Valtteri Bottas com 108 e Sérgio Perez com 104 pontos. Nos construtores a Mercedes comanda com dez pontos de vantagem para a Red Bull. Agora chegam as férias de verão para a F1, com o campeonato a regressar a 29 de agosto na Bélgica.

scroll up