Santiago do Cacém homenageou o Panhard & Levassor

|AUTOCLUBE

Este foi o primeiro automóvel que entrou em Portugal, tendo feito a sua viagem inaugural entre Lisboa e aquela cidade alentejana.

panhard-840

Quando o Panhard & Levassor chegou a Portugal, em outubro de 1895, suscitou a dúvida sobre a taxa aduaneira a aplicar a tão estranho veículo, que acabou por ser classificado como máquina movida a vapor.

Importado pelo Conde d’Avillez, foi não só o primeiro automóvel a circular no País, como o protagonista do primeiro acidente de viação ao atropelar um burro, na viagem inaugural entre Lisboa e Santiago do Cacém, de onde D. Jorge d’Avillez era natural.

Na década de 50 foi doado ao ACP pela família Garrido com a condição de ficar no Porto, de onde só tem saído para marcar presença em algumas exposições como a que aconteceu em 2017 no Museu dos Coches, em Lisboa.

Agora, o município de Santiago do Cacém resolveu homenagear o primeiro automóvel que entrou em Portugal, há 124 anos, com uma estátua numa das rotundas daquela cidade alentejana.

scroll up