Polestar 2 inicia produção na China

|AUTOCLUBE

Nem tudo são más notícias: na China, a Polestar inicia finalmente a produção do seu ponta de lança e começa a entregar no verão. 

Polestar-2-Luqiao

A produção do Polestar 2 arrancou oficialmente em Luqiao, China. Com entrega inicial prevista primeiro para a Europa, seguida da China e América do Norte, o novo "fastback" de motor elétrico é o primeiro veículo a ser produzido naquela fábrica.

"O mundo enfrenta uma enorme revolta diante da pandemia de coronavírus", comenta o CEO da Polestar, Thomas Ingenlath. “Começamos a produção agora nestas circunstâncias desafiadoras, com um forte foco na saúde e segurança do pessoal. Esta é uma grande conquista e o resultado de grandes esforços da equipa da fábrica e da equipa que assegura a cadeia de fornecedores. Tenho um enorme respeito por todos eles - obrigado a eles!”

Propriedade da Zhejiang Geely Holding e operada pela Volvo Cars, a fábrica de Luqiao é um exemplo de como a Polestar aproveita a experiência das sua empresas-mãe. “Ser capaz de produzir em Luqiao significa que podemos levar o Polestar 2 ao mercado com altos padrões de construção e qualidade desde o início”, confirma Thomas Ingenlath. 

Revelado em fevereiro de 2019, o Polestar 2 vai estar disponível em dez mercados globais, na Europa, China e América do Norte. Inicialmente disponíveis para reserva com um depósito reembolsável, a carteira de pedidos finais em cada mercado de lançamentos estão a ser abertas.

Este "fastback" de desempenho totalmente elétrico vai inicialmente disponível com 300 kW (408 cv) e 660 Nm, tração às quatro rodas e uma bateria de 78 kWh que permite uma autonomia de 470 km (em teste WLTP). O Polestar 2 também é o primeiro carro do mundo a apresentar um sistema de "infotainment" integrado ao Android, com Google Maps, Google Assistant e Google Play Store. As entregas aos clientes devem começar no verão de 2020.

scroll up