O veredicto do Green NCAP para mais três modelos

|AUTOCLUBE

Mais ou menos amigos do ambiente, eis a questão. O novo regime de testes analisou o Fiat Panda, Seat Arona e Skoda Octavia.

Skoda-Octavia-2019---840

Ajudar a conhecer os automóveis mais ecológicos é o papel do Green NCAP. Para além do índice de poluição ambiental, são também analisados os consumos de combustível e a eficiência energética. Desta vez estiveram em análise o Fiat Panda Bi-fuel a gás e gasolina com um motor de 0,9 litros de cilindrada e caixa manual, o Seat Arona 1.5 TSI a gasolina com caixa manual e o Skoda Octavia diesel 2.0 TDI com caixa automática DSG.

Após uma análise laboratorial independente, o Fiat Panda foi classificado com apenas 2 estrelas verdes. No índice de limpeza do ar, o carro italiano obteve 5,0 pontos em 10 possíveis, enquanto na eficiência energética obteve 4,9 pontos. Na passagem de gás para gasolina, verifica-se falha no controlo de partículas.

Em relação ao Arona, o SUV mais pequeno da Seat, a análise foi feita com a motorização a gasolina de 1,5 litros, com a eficiência do sistema TSI a colocar este veículo perto da pontuação máxima no índice da limpeza do ar, obtendo 9,8 pontos em 10 possíveis. Já na eficiência energética, o Seat Arona obteve 6,1 pontos, com a classificação final de 4 estrelas verdes.

Numa análise a um automóvel diesel, o que não significa maior nível de poluição, o modelo em análise foi o Skoda Octavia 2.0 TDI, utilizando a caixa automática DSG de 7 velocidades. A penalização deste modelo foi apenas nas emissões de NOx, o que leva o familiar checo a obter 6,7 pontos no índice de ar limpo, numa pontuação máxima de 10. Em relação a eficiência energética, a classificação é de 5,7 pontos, com o consumo de combustível a ser penalizado apenas numa utilização a maior velocidade em autoestrada. O Skoda Octavia acaba por obter 3 estrelas verdes nesta análise.

scroll up