Elétricos com registo prévio para desconto de 75% nas ex-SCUT

|AUTOCLUBE

Ministra da Coesão Territorial explicou que os veículos elétricos terão de se habilitar previamente aos descontos de 75% nas antigas SCUT

ex-SCUT-fb

A ministra da Coesão Territorial revelou que os veículos elétricos terão de se habilitar previamente aos descontos de 75% nas antigas SCUT, devido a problemas de partilha de dados entre a Via Verde e o IMT.

Ana Abrunhosa afirmou que os descontos de 75% para os veículos elétricos nas portagens ainda não entraram em vigor por causa da partilha de dados entre a Via Verde e o Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT).

Segundo a ministra, a Via Verde tem acesso à informação sobre as matrículas do veículo, mas não sabe se este é elétrico, porque esta informação está no IMT.

Para aplicar os descontos de 75% deverá haver cruzamento entre estes dados, salientou.

A ministra destacou que está a ser ultimado um sistema para ultrapassar esta condicionante de cruzamento de dados, que deverá passar por terem de ser os proprietários dos veículos elétricos a habilitarem-se previamente aos descontos, de forma digital, presencial ou por telefone.

Este é um “processo técnico que já está avançado e a questão técnica muito em breve estará resolvida”, acrescentou.

A ministra destacou ainda que, apesar de não terem entrado em vigor estes descontos de 75%, os veículos elétricos estão a ter os mesmos descontos nas antigas SCUT (antigas estradas sem custos para o utilizador) do que os carros tradicionais.

A ministra Ana Abrunhosa foi ao parlamento, à Comissão de Economia, Inovação, Obras Públicas e Habitação, a requerimento do PSD, que questionou a falta de descontos de 75% para os veículos elétricos nas antigas vias sem custos para o utilizador (SCUT).

Apesar de ter sido questionada sobre outros assuntos relacionados com portagens, a ministra não respondeu, por serem assuntos que não estavam expressos no requerimento.

Entre estes assuntos estavam os descontos de 50% nestas vias, que não foram aplicados em 01 de julho em relação ao preço em vigor desde janeiro, mas em relação ao preço anterior, o que faz com que os descontos reais não sejam de 50%, mas inferiores.

Estes descontos entraram em vigor nas antigas SCUT, nomeadamente a A22-Algarve (Via do Infante), A23 – IP, A23 – Beira Interior, A24 – Interior Norte, A25 – Beiras Litoral e Alta, A28 – Norte Litoral, Concessões do Grande Porto (A41, A42) e da Costa da Prata.

scroll up