Centro

Belas cidades, belas montanhas

Guia de viagem ACP
Aveiro

GPS:

40° 38' N 8° 39' O

Viagem

De Lisboa: 256 km

Do Porto: 75 km

De Coimbra: 59 km

Um símbolo:

Ovos moles

Momento zen:

Provar os ovos moles de Aveiro.

Porquê Aveiro?

Imagine uma cidade em Portugal semelhante a Veneza, decorada pela arquitetura da Arte Nova, adocicada com gemas de ovo, junto a uma reserva natural de dunas, praias e fauna selvagem. Aveiro é tudo isto e muito mais. Da Ria à Bairrada, dos ovos moles à salicórnia, dos passadiços sobre o Vouga à Rua Direita, muitos são os pontos de interesse nesta cidade que reúne o melhor de vários mundos.

De barco, bicicleta, a pé ou de carro são vários os transportes disponíveis para descobrir a região. Convidamo-lo a partir num périplo de sabores, vistas, ares de mar e de serra, na companhia dos contornos de arquitetura que contam a história da cidade: da renascentista Igreja da Misericórdia ao traçado contemporâneo de Souto de Moura e Siza Vieira na Universidade de Aveiro, sem esquecer a Arte Nova da Casa do Major Pessoa ou do Edifício dos Ovos Moles, bem como o rosto esculpido por Vhils na Estação Ferroviária.

Chaves da Cidade

Nada melhor do que conhecer Aveiro pelos olhos de quem lá vive. A Cale do Oiro* é uma empresa de experiências na cidade de Aveiro inteiramente formada por aveirenses. Se quiser ver a cidade dos canais num típico moliceiro, visitar a Ria de Aveiro para um banho salgado junto às salinas ou experimentar um périplo cultural pelo Roteiro da Arte Nova, a Cale de Oiro é o operador a visitar.

*20% desconto ACP

Contornos ecléticos

Junto a um dos canais da Ria de Aveiro e a escassos 5 minutos do centro situa-se o Hotel Meliá Ria Hotel & Spa*. A edificação contemporânea do Meliá contrasta com a vizinha Fábrica Jeronymo Pereira Campos, em barro vermelho, que hoje alberga o Centro Cultural e de Congressos. Um pouco mais à frente fica a Estação de Comboios onde se exibe um rosto em stencil de Vhils, um dos trabalhos do projeto StreetArtCEI que se pode ver um pouco por toda a cidade.

*10% desconto ACP

Pelas dunas até ao Oceano

A Reserva Natural das Dunas de São Jacinto é o lar de uma série de aves aquáticas e flora autóctone, como a salicórnia, uma planta que é um excelente substituto do sal e que cresce naturalmente na Ria de Aveiro.

E se o estômago começar a dar horas, aconselhamos a uma visita ao Restaurante Búzios* na Pousada da Ria, em plenas Dunas de São Jacinto. Com uma vista deslumbrante sobre o Atlântico, comece por umas empadinhas de amêijoas da Ria de Aveiro, uns camarões salteados e um peixe fresco pescado ali mesmo em frente.

*10% desconto ACP sobre a carta de almoços

Requinte e tradição

A escassos 6 km de Aveiro fica a cidade de Ílhavo, morada da famosa Vista Alegre e localização do Montebelo Vista Alegre*, unidade hoteleira inserida no projeto de recuperação do espaço fabril da Vista Alegre e com temática dedicada à porcelana artística desta marca portuguesa. Daqui à Praia da Costa Nova é um saltinho, onde é possível apreciar os típicos palheiros de coloridas riscas, antigos armazéns de pesca hoje convertidos em habitação. Ainda em Ílhavo, fica o Ílhavo Plaza & Spa**, hotel familiar, confortável e muito bem localizado, a cinco minutos de Aveiro e das praias da Barra e da Costa Nova.

*Até 20% desconto ACP sobre o preço de balcão

**10% desconto ACP sobre a tarifa do site

Passadeira pela Ria fora

Aveiro cheira a mar e o caminho para lá chegar é através do esplendor da Ria. Podemos ir a pé ou de BUGA (Bicicleta de Utilização Gratuita de Aveiro), mas o caminho que se aconselha é através dos Passadiços de Aveiro, que ligam o cais da Ribeira de Esgueira até à foz do Vouga. Deixando a cidade para trás entramos em contacto direto com a natureza, entre lagoas, dunas e sapais. Com cerca de cinco quilómetros é aconselhável o uso de protetor solar neste passeio.

Sabores a mar

Aveiro é uma cidade bem servida de restaurantes. Entre eles destacamos o Salpoente, restaurante com inúmeros prémios e especialmente aconselhável a quem gosta de um bom bacalhau. No coração de Aveiro, na Beira Mar, O Bairro é um restaurante que junta os sabores frescos e tradicionais a novas roupagens e criatividade. No cais dos Mercantéis encontra-se o Cais do Pescado, onde o marisco e o peixe fresco são estrelas. Finalmente, é absolutamente obrigatório uma volta pelas pastelarias aveirenses para provar os ovos moles. Em formas de peixe ou conchas, aconselhamos uma visita à Confeitaria Peixinho, casa aberta há 164 anos com uma receita de quase cinco séculos.

A não perder

Aveiro numa só loja

No Empório Aveirense vamos descobrir uma panóplia de sabores da região: desde conservas de sardinha e bacalhau, biscoitos, temperos, sal de marca própria, vinhos da Bairrada, licores típicos e (claro) ovos moles.

Chá com arte nova

Se for apreciador de chás e infusões dê um salto à Casa de Chá do Museu da Arte Nova. Vai poder desfrutar de uma variedade de mais de uma centena de chás e infusões no coração da arte nova aveirense.

Brutos e bagas

A pouco mais de meia hora de distância de Aveiro, vale a pena uma visita a Amoreira de Gândara e à Adega Luís Pato, um dos principais nomes da arte de fazer vinhos e espumantes da Bairrada. 

Fim de tarde em beleza

No final do dia, quando o sol ainda estiver morno, rume à praia da Costa Nova e recoste-se no Bronze. É um restaurante em cima da praia onde pode acompanhar umas amêijoas com qualquer bebida fresca que lhe apetecer no momento.

Um dia em Aveiro

9h30

Apanhe uma BUGA e parta à descoberta de Aveiro.

10h00

Pare na Rua Direita e beba um café rodeado pelos edifícios em Arte Nova.

10h30

Sempre a pedalar, deixe a cidade para trás e avance até aos Passadiços de Aveiro, de encontro à natureza.

11h30

Regresse a Aveiro e apanhe um moliceiro para conhecer a cidade de outro ponto de vista.

12h30

Dirija-se às Dunas de São Jacinto e marque encontro com os sabores do mar no Restaurante Búzios.

14h30

De Aveiro a Ílhavo é um saltinho. Aproveite para conhecer a Fábrica da Vista Alegre.

16h

Continue até à Adega de Luís Pato e fique a conhecer uma das marcas mais icónicas dos vinhos da Bairrada.

18h

De regresso a Aveiro, nada como um chá. Não garantimos que resista a provar uns ovos moles.

19h30

Pôr-do-sol na praia da Costa Nova e um brinde ao regresso.

Itinerários

Itinerário 1

Aveiro – S. Jacinto e Reserva Natural das Dunas de S. Jacinto – Aveiro

Visita, da Reserva Natural e do seu património natural.

Total – 95 km

Tempo de percurso – 1h40

Estradas – nacionais e municipais

Itinerário 2

Aveiro – Gafanha da Nazaré – Praia da Barra – Costa Nova – Vagueira – Vagos – Vista Alegre – Ílhavo – Vista Alegre – Gafanha de Aquém – Aveiro

Praias da Barra e Costa Nova, visita à Vista Alegre, Ílhavo e Gafanha da Nazaré

Total – 36 km

Tempo de percurso – 45 minutos

Estradas - nacionais e municipais 

Itinerário 3

Aveiro – Amoreira da Gândara – Quinta das Bageiras – Olival de Basto – Aveiro

Visite as duas casas mais famosas da região da Bairrada: Luís Pato e Quinta das Bageiras

Total – 65 km

Tempo de percurso – 1h30

Estradas – nacionais e municipais

scroll up