O primeiro carro de Horácio Rodrigues

|AUTOCLUBE

O primeiro carro de Horácio Rodrigues

"O ACP é sinónimo de resolver situações com as quais não simpatizo”

Andar por todo o lado e consumir tão pouco como um isqueiro, é das coisas que Horácio Rodrigues mais recorda do seu primeiro carro.  A última viagem que Horácio Rodrigues (sócio 49530) fez com a capota do carro totalmente aberta foi com a sua primeira Dyane. O Diretor de Prova do Vodafone Rally de Portugal é natural de Lisboa, casado e tem uma filha.

Qual foi o seu primeiro carro?

Um Citroën Dyane do início dos anos 80.

O que mais lhe agradou na Dyane?

Poder andar quase por todo o lado com o consumo de um isqueiro.

Foi o carro que quis ter ou o que foi possível ter?

As duas coisas, sempre gostei da Citroën, mas foi o carro que na altura mais se adequava ao meu orçamento.

Algum episódio especial?

A primeira viagem para o Sul, feita no verão, com a capota totalmente aberta. Cheguei ao destino esturricado e cheio de pó. Também foi a última viagem que fiz com a capota totalmente aberta.

Se pudesse, voltaria a recuperar essa Dyane?

Não, teve a sua fase, que já passou.

E hoje, o que mais aprecia nos automóveis?

O conforto e a fiabilidade.

Mas os desportivos são-lhe particularmente especiais…

Sim, sobretudo os modelos italianos e ingleses da época da minha juventude.

É o Diretor de Prova do Vodafone Rally de Portugal no ano em que regressam os troços de Arganil, Góis e Lousã ao Rally de Portugal. Vai ser um rally especial ou apenas diferente?

Diferente e especial. Diferente, porque as classifi cativas que são cerca de um terço do total dos troços, são novidade para a grande maioria, senão a totalidade dos pilotos. Especial, porque passados 18 anos o Vodafone Rally de Portugal regressa à lendária zona Centro.

E também vai ser mais emocionante e imprevisível com a mudança de alguns pilotos para novas equipas.

Por certo essas mudanças poderão introduzir algumas incertezas quanto ao desempenho dos pilotos e consequentemente das marcas, mas vamos aguardar pelos resultados.

Quais são os serviços do ACP que mais utiliza?

Depende, este ano, por exemplo, já esgotei o serviço de Assistência em Viagem, mas em todas as ofertas de serviços ao dispor dos sócios do ACP que utilizo, só tenho a dizer bem.

Para si o clube é sinónimo de…

Ter alguém que trata de tarefas e resolve situações com as quais não simpatizo. Isso é muito bom.

scroll up